ENTRAR NA PLATAFORMA
Lixo eletrônico e impactos socioambientais

   No filme " Wall-E", é narrado o planeta Terra inabitável devido a atitudes irresponsáveis que fizeram dele um grande reservatório de lixo. Fora da ficção, observa-se, no mundo uma situação semelhante no que diz respeito ao crescimento desacelerado que vem ocorrendo com a geração de resíduos. Dessa maneira, deve-se analisar como o capitalismo e a baixa diligência do poder público causam a problema em questão e como combatê-la. 
  Em primeiro plano, é importante destacar, com o avanço tecnológico, há um excesso de lixo eletrônico por incentivo do sistema capitalismo. Isso, por conta, segundo Zygmunt Bauman, sociólogo polonês, vivemos em tempos líquidos em que nada é feito para durar. Tal perspectiva pode ser observada através da propaganda, em que os eletroeletrônicos, por exemplo, são adquiridos e, em pouco tempo, são descartados por um novo, revelando um tempo de vida reduzido. Nesse sentido, nota-se que a sociedade gera o consumismo de forma exagerada e descomprometido com os impactos causados. 
   Ademais, a baixa iniciativa do poder público na situação apropriada dos resíduos agrava mais. Em virtude, apesar de encontra-se legislações específicas, falta de fiscalização aos aterros sanitários e a demais locais de destinação de detritos, bem como punição dos infratores. Segundo, o artigo 1° da Lei Estadual 13.576, os produtos e os componentes eletroeletrônicos considerados lixo tecnológico, deve-se receber destinação final adequada. Contudo, na prática isso não acontece, por falta de fiscalização.
    Portanto, é evidente que medidas precisam ser tomadas a fim de resolver o problema em questão. Para isso, urge o Ministério da Educação, em parceria com as escolas, deve treinar profissionais para ministrar palestras para a população, abordando à redução do consumismo, reutilização de produtos e descarte correto dos dejetos. Ademais, as Prefeituras, com a ANVISA, promover o processo de fiscalização aos lugares de descartes, punindo os descumpridores. Assim, a Terra não se tornará um reservatório de lixo como no filme "Wall-E".

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde