ENTRAR NA PLATAFORMA
Lixo eletrônico e impactos socioambientais

   O professor Milton Santos (um dos maiores expoentes da Geopolítica brasileira), definiu como Revolução Técnico-Científica o período datado de meados do século XX até a contemporaneidade. Logo, tal contexto é caracterizado pelo uso excessivo da tecnologia e o grande avaço dos meios de comunicação e eletroeletrônicos: computadores, tablets, smartphones e afins. Nesse sentido, cabe analisar os impactos dessas modificações em diversos aspectos, levando-se em consideração os problemas sociais e ambientais causados pelo lixo eletrônico, como a formação de lixões e o aumento dos problemas aos seres vivos e ao meio ambiente.


   Partindo desse ponto de vista, a primeira questão a ser ressaltada diz respeito à formação de lixões, pois isso demonstra uma enorme falta de gestão referente à eliminação desse tipo de lixo. Segundo o sociólogo Sérgio Buarque de Holanda, para explicar o presente é preciso compreender o passado. Portanto, uma das explicações para tal problema é a obsolescência programada, porque muitos aparelhos acabam tendo uma vida útil relativamente curta seja pelo lançamento de modelos mais novos, seja pela falta de peças compatíveis com modelos anteriores no mercado. Por conseguinte, é válido ressaltar as raízes históricas desse fenômeno: a ascensão do capitalismo industrial e o estímulo ao consumo ( iniciado em meados do século XX e ainda vigente) , visando exclusivamente o lucro. Por fim, uma das consequências é a acumulação excessiva desse tipo de sucata, além da formação de enormes lixões que acabam se tornando uma questão política, como o exemplo do lixão de Gana, um dos maiores do mundo. 


   Paralelamente, faz-se necessário mencionar os riscos ao meio ambiente e aos seres vivos, levando em conta a composição química dos aparelhos sucateados. Sendo assim, pilhas, baterias e afins passam a oferecer um enorme risco quando descartados incorretamente, porque apresentam metais pesados na sua estrutura. Desse modo, a exposição torna-se extremamente nociva ao homem e ao ambiente, e o produto final é o crescente número de doenças como o câncer, além da contaminação de aquíferos. Neste caso, é válido fazer uma breve analogia ao "Caso do Césio 137", quando a população goianense foi infectada por um elemento químico altamente radioativo que comprometeu a saúde de dezenas de pessoas. 


  Dado o exposto, medidas devem ser tomadas para resolver o impasse. Por isso, o Ministério da Educação deverá implementar cursos de robótica e eletrônica nas instituições de ensino públicas e privadas de nível médio, técnico e superior, contando com o apoio de professores, alunos e colaboradores. Assim, uma das finalidades dessa proposta é o reaproveitamento do lixo eletrônico em ideiais inovadoras nessa campo, reduzindo esse tipo de sucata. Ademais, a sociedade civil será responsável por se unir às ONG's  e pressionar o Governo para a aprovação de políticas públicas sustentáveis relativas à gestão desse tipo de resíduo sólido,objetivando a promoção da saúde e bem-estar aliados à consciência ecológica. Enfim, o Brasil obteria uma posição de destaque entre as potências mundiais, e obteria o progresso por meio da ordem, contornando os aspectos negativos herdados da Revolução explicada pelo professor Milton Santos. 

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde