ENTRAR NA PLATAFORMA
Lixo eletrônico e impactos socioambientais

  A partir da primeira revolução indústrial em 1789, a relação entre homem e meio ambiente foi alterada. Nessa esteira, observa-se até hoje um desequílibrio entre ambos, um dos fatores que caratcteriza o desequílibrio é o impacto socioambiental  negativo causado  pelo lixo eletrônico, hodiernamente. Dessa forma, percebe-se a configuração de um problema grave, com contornos específicos em virtude da obsolecência programada e a falta de conscientização populacional perante ao descarte correto dos aparelhos.


   Primeiramente, convém ressaltar que o acúmulo exacerbado  do lixo ocorre devido a obsolecência  do elêtronico. A príncipio, no modelo de produção denominado como Fordismo, os aparelhos eram produzidos para durar, porém, em 1970, passou a vigorar nas fábricas o Toyotismo, que começou a programar a vida útil do produto, e assim é até hoje. Contudo, esse controle causa impactos negativos tanto para o meio ambiente, na contaminação de rios e solos, quanto no reflexo de uma sociedade altamente consumista.


   Ademais, a falta de conscientização da população frente ao descarte correto dos aparelhos elêtronicos, se torna um fator ainda mais perigoso. A Organização  das Nações Unidas (ONU) realizou uma pesquisa que apontou o Brasil como o sétimo maior produtor de lixo eletrônico do mundo. Logo, todo esse lixo não tem sido descartado da forma correta, o que resulta em danos à saúde da população e do meio ambiente.


      Portanto, medidas são necessárias para que o impacto negativo socioambiental do lixo eletrônico seja reduzido. Para que isso aconteça, o Ministério do Meio ambiente juntamente com as fábricas de eletro eletrônicos deve elaborar um plano de reciclagem desses aparelhos, colocando postos de coletas em todo o Brasil. Tal plano deve ser fiscalizado pelo ministério, a fim de diminuir esses impactos de uma forma que toda a população contríbua também. 


 


 

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde