ENTRAR NA PLATAFORMA
Limites do humor x Liberdade de expressão
Ódio não é piada
A liberdade de expressão é garantida pela Constituição Federal sendo essencial para a democracia ser exercida. No entanto, algumas pessoas usam essa garantia para disfarçar uma piada de ódio, tanto na internet quanto na vida real, ocasionando a violação dos direitos de um cidadão, que muitas vezes não realiza uma denúncia por vergonha, medo ou por pensar que não há apoio legal.
O humor pode servir como forma de criticar temas atuais e relevante para o cenário nacional e funcionar como meio de reivindicar mudanças. Não obstante, é acompanhado de ações ou expressões de aversão à mera existência de alguém. Não há como medir os efeitos que tal ódio pode alcançar, podendo gerar problemas psicológicos e até suicídio.
As redes sociais são uma ferramenta de socialização global, que por englobar tanta pessoas e culturas distintas, pode servir de propagação para os limites humorísticos serem ultrapassados. Os memes, manipulação de imagens para gerar efeito cômico, porém podem zombar da situação de alguma pessoa, são compartilhados rapidamente e seus autores, na maioria das vezes, desconhecidos. Os programas de televisão também contribuem para tal situação ao satirizar várias classes.
Mesmo com tantas campanhas e marchas, a liberdade de expressão ainda é utilizada para disseminar o ódio. O Ministério Público deve organizar grupos específicos, principalmente na internet, para receberem denúncias de conteúdo que violam os direitos civis e proporcionar uma solução legal. O judiciário deve alertar programas humorísticos, independente do meio pelo qual é transmitido, a verificarem com uma parcela do público se o roteiro de piadas possa ferir uma classe de pessoas, pois esses meios ainda interferem imensamente o cotidiano social.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde