O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Legalização da maconha

Comenta-se, com frequência, a respeito da legalização da maconha, o que, de fato, é um assunto que vem crescendo com o passar dos anos à medida que a planta se espalha no mercado. A maconha, mesmo apresentando um lado ruim, é essencial e a falta de conhecimento da sociedade atual o marco zero para a repreensão da mesma.

Em meados do século XVIII, aonde a medicina não tinha grande proporção e a tecnologia não era tão poderosa como hoje, a população buscava tratar de seus problemas de saúde com a ajuda de plantas, ervas, e afins; as quais incluem a maconha, que era usada como remédio pra dor e para problemas relacionados com a pressão sanguínea. Além do mais, naquela época, a maconha não era vista como uma droga viciosa e sim era vista como um remédio bastante eficaz.

Com o avanço da medicina moderna e da tecnologia, a maconha foi se mostrando cada vez mais eficiente e, até mesmo, no câncer, doença considerada gravíssima. Um exemplo, relacionada a esta última citada, é o escritor Stephen Gould, cujo se curou do câncer com a ajuda de vários medicamentos, o que, dentre eles, incluíam a maconha. O mesmo afirmou que a maconha o ajudava como um sedativo que curava toda a ansiedade trazida pela quimioterapia, o que, de fato, é bastante doloroso; fisicamente e psicologicamente.

Deste modo, podemos inferir que a maconha é bastante importante em vários aspectos, seja na saúde física ou mental, e se faz importante na sociedade de hoje. Visando isso, se faz necessário a criação de campanhas direcionadas a todos os públicos mostrando o modo legal de usar a maconha e a conscientização do uso correto. Com relação as escolas, é bastante importante colocar em pauta, principalmente para o público de ensino médio, aonde se concentra um grande números de adolescentes, que a maconha deve ser usada de forma responsável e legal, mostrando todo os prós apresentados pela planta. E, para se tratar de uma proposta imediata, a maconha deve ser legalizada com um limite de compras por pessoas e, em casos especiais, com uma autorização judicial. E, depois de tudo isso, é perceptível o quão importante é o conhecimento da sociedade sobre o assunto.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!