O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Intolerância

Nas obras de Maurício de Souza, a personagem Mônica sempre agride, de forma inocente, o Cebolinha ,para revidar as implicâncias recebidas por ele ou por não tolerar algum de seus hábitos ou atitudes, mas no final , eles acabam se reconciliando e retomando a harmonia. No entanto, a intolerância que vemos hoje fora dos quadrinhos acabam de formas mais graves, alguma delas chegam até a morte. São situações, na maioria das vezes, oriundas de preconceitos raciais, intolerância de orientação sexual ou religiosa.
Logo, fica claro que em todas essas situações o motivo é não respeitar as diferenças, ficando destacado a importância das escolas já que esta atua na formação moral das crianças. A escola é o lugar onde são passados, entre muitas coisas, ensinamentos de boa convivência, edução e respeito.Paulo Freire já falava em uma ?cultura da paz?, evidenciando o papel da educação na exposição de injustiças, incentivando a colaboração, a convivência com o diferente, a tolerância. Mas há também um agente muito importante: A família.
A família auxilia diretamente na construção do individuo, fornecendo a eles valores, paralelos com as escolas, que devam ir contra a qualquer forma de intolerância. A importância da família se deve ao fato dela ser o primeiro espaço de convivência do ser humana, onde a criança está vulnerável a qualquer tipo de influência, tudo que elas escutam e falam se tornam peças para elas montarem seu caráter. Isso deixa claro que os pais devem ter muita atenção no que passam aos filhos.
Não há fundamento plausível para nenhum intolerância, hoje o Estado é laico, os gays e transsexuais podem ser reconhecidos pelo gênero que querem e há medidas de inclusão de negros e índios, como por exemplo, as cotas que tentam fazer com que essas pessoas sejam minoria nas universidades. Mas apesar dessas medidas do Estado, infelizmente, é constante ver nos noticiários e na internet od crimes provocados por intolerância.ficando claro que ainda há mt a ser feito para banir isso.
Vivemos num país onde temos direitos e deveres e um desses deveres é respeitar as diferenças, seja elas quais for, mostrar as diferenças que temos hoje na sociedade na infância é sem dúvida uma boa medida, uma forma disso acontecer é manter o sistema de cota, acabar com as APAES , as crianças deficientes irão frequentar as Escolas de ensino regular junto com outras crianças, mas irão receber a atenção que necessitam, outra boa ideia é criação de uma disciplina de Ensino Religioso onde ensina-se as mais diferentes religiões e pregue o respeito. Ou seja criar nas escolas um ambiente bem diversificado para mostrar que ser diferente é normal.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!