use o cupom aprovado21 e ganhe + 21% de desconto extra 21% OFF

Internet e o emburrecimento da sociedade

 O mito da caverna, de Platão, descreve a situação de pessoas que se recusavam a observar a verdade em virtude de sair de sua zona de conforto. Fora da ficção, a realidade brasileira caracteriza-se com a mesma problemática no que diz respeito ao tempo ocioso na internet e aparelhos eletrônicos, os quais têm refletido diretamente no nível de intelectualidade na contemporaneidade. Desse modo, em razão da irracionalidade humana e da falta de debates emerge um problema complexo, que precisa ser revertido.


 Em primeiro lugar, os longos períodos conectados à internet, bem como aparelhos eletrônicos são consequências da irracionalidade do ser humano. Nesse sentido, no livro Ensaio da Cegueira, José Saramago relata a deficiência visual como uma metáfora para ilustrar os problemas do cotidiano, os quais não queremos enxergar. No entanto, apesar desse mau hábito ser de conhecimento da população que é prejudicial, muitos insistem nesse vício, o qual afeta diretamente o rendimento intelectual dos usuários em geral, seja na escola ou trabalho. Assim, a persistência nessa lógica imprudente tem a sua intervenção dificultada.


 Outro ponto relevante, é a ausência de debates acerca desse assunto. De acordo com Habermas, a linguagem é a verdadeira forma de ação. Nesse contexto, para que a realidade atual seja transformada, faz-se necessário debater ostensivamente sobre esse tema. Entretanto, percebe-se uma fallha no tocante à discussão dessa temática, o qual ainda é muito banalizada pela geração atual.


 Convém, portanto, que, de modo urgente, medidas sejam tomadas. Logo, é preciso que as escolas em parceria com empresas privadas, incentivem rodas de leitura e conversas no ambiente escolar, a partir de obras literárias que abordem os efeitos que o excesso do uso dos dispositivos digitais e serviços de banda larga causam ao desenvolvimento dos indivíduos. Tais empresas podem fornecer palestras com especialistas, e os professores realizarem o processo mediador, elaborando, posteriormente, exposições e amostras culturais que divulguem à comunidade o trabalho realizado. Então, os cidadãos terão seus olhos abertos e sairão da sua zona de conforto para buscar o desenvolvimento intelectual.


 

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!