ENTRAR NA PLATAFORMA
Iniciativas para que o esporte seja uma ferramenta de inclusão social
O esporte e a sua importância na formação de indivíduos sociais
Funcionando conforme a segunda lei de Newton, a lei da inércia, a qual afirma que um corpo tende a permanecer em seu movimento até que uma força suficiente atue sobre ele, o mudando de percurso, a desvalorização do esporte como um todo é um contratempo presente na sociedade brasileira. Com isso, ao invés de funcionar como a força capaz de mudar a rota deste problema, rumo à extinção, a combinação de uma visão limitada do conceito de esporte aliada ao desconhecimento da sua importância contribuem com a situação atual.
Sabe-se que no Brasil o futebol é uma modalidade esportiva enaltecida, porém, isso é insuficiente para afirmar a valorização do esporte, que possui conceito mais amplo e engloba outras categorias que, por sua vez, não recebem a importância que merecem. Essa situação fica exemplificada ao citar Gustavo Kuerten, conhecido popularmente como Guga, um ex - tenista brasileiro, tri campeão do torneio Roland-Garros na França, idolatrado em solo internacional mas esquecido por muitos brasileiros.
Ainda convém lembrar da importância do esporte para a sociedade, principalmente como instrumento na formação de valores de crianças e adolescentes. Em um Brasil no qual ainda não existia nem o Ministério do Esporte, posteriormente fundado em 1995, o político Leonel Brizola já defendia esse raciocínio. Em vista disso, acreditava que a prática de esportes no âmbito escolar era algo essencial, pois desse modo se aprenderia bons hábitos, como noção de trabalho coletivo, de competitividade e relação com diferentes, critérios imprescindíveis para a construção de indivíduos sociais.
Torna-se evidente, portanto, a necessidade de tornar o esporte algo a ser valorizado em sua totalidade. Por conseguinte, cabe ao governo, por meio do Ministério da Educação, garantir que a educação física esteja presente na grade curricular de todas as escolas e tenha a mesma importância que outras disciplinas. Ademais, é dever das instituições escolares a promoção de eventos esportivos intercolegiais com competições de diferentes modalidades e premiação aos alunos, de modo a incentivar a participação da sociedade, principalmente os jovens, nos esportes. Só assim, será possível funcionar como a força descrita por Newton e mudar o percurso do problema da permanência para a extinção.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde