O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Indígenas brasileiros na contemporaneidade

Ao contrário do pensamento de grande parte da sociedade, foram os nativos, e não os negros vindo continente africano, os primeiros escravizados no Brasil. Hoje, os frutos da escravidão e da colonização são muitos evidentes na atualidade, tendo em vista o baixo percentual de indígenas na população e o preconceito contra eles. Destarte, é necessário discutir a questão, evidenciando o papel do país como um todo nela.

Em primeiro plano, é importante destacar a forma com a qual os índios são tratados pelo Estado e seus asseclas. O Congresso Nacional é composto, em considerável parte, por descendentes dos senhores de engenhos, grandes fazendeiros ou subordinados deles. Nesse contexto, projetos como a construção da usina hidrelétrica de Belo Monte prosperam, independente do posicionamento contrários dos habitantes daquela região, majoritariamente indígenas que vivem da subsistência. Com isso, entre outros fatores, entende-se a razão pela qual o percentual de suicídios desse grupo minoritário é tão elevado.

Por outro lado, a sociedade, como reprodutora da ideologia dominante, também contribui negativamente para o quadro. As piadas e anedotas, de acordo com diversos antropólogos servem como importante objeto de estudo, entre outras coisas, pelos eu caráter de propagador dos preconceitos. Sob essa perspectiva, nota-se o quão mal visto são os nativos no Brasil, considerando a infinidade de piadas que tratam esse segmento populacional como ignorante, preguiçoso e vagabundo. Como consequência dessa mentalidade retrógrada, casos como a do índio Pataxó, em Brasília, que foi queimado vivo por jovens ricos, não são incomuns, mas absurdamente recorrentes.

Torna-se evidente, portanto, a urgência de uma ação social integrada no sentido de reverter o impasse. Sendo assim, cabe às organizações defensoras dos direitos indígenas, junto à sociedade, manter observância nas violações dos direitos fundamentais deles, a fim de preservar sua cultura e dignidade. Concomitantemente, as escolas devem não apenas incluir em suas grades curriculares palestras, seminários e debates acerca da forma como os índios são tratados no país, mas também reproduzir filmes e peças teatrais sobre a questão, fitando estimular o pensamento abarcador e crítico nos mais jovens.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!