O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Indígenas brasileiros na contemporaneidade

Deixa o índio lá!

"Como a mais bela tribo, dos mais belos índios, não ser atacados por ser inocente", o trecho retirado de uma composição da banda Legião Urbana faz uma crítica aos quase cinco séculos da chegada do homem branco ao Brasil, na qual os povos nativos passaram por muitos processos de genocídios e etnocídios. Desse modo, percebe-se que apesar de existir direitos declarados na Constituição de 1988, os índios contemporâneos ainda têm que travar muitas lutas para ser reconhecido como membro da sociedade. Nesse contexto, há dois fatores que não podem ser negligenciados, como apropriação de suas terras e a violência a que estão submetidos.

Em primeira análise, cabe pontuar que com a consolidação do capitalismo e o crescimento do agronegócio brasileiro, muitas reservas naturais vem sendo devastadas por latifundiários, que são apoiados pela bancada ruralista do Congresso Nacional. Comprova-se isso por meio da criação da PEC 215 que tem como objetivo passar a função de demarcação das terras indígenas para o Poder Legislativo, no qual atualmente é feito pelo Executivo, que faria este processo ser mais burocrático e demorado. Dessa forma, muitos vão para as cidades, onde passam por grande preconceito, vivem em estado de miséria e habitam em áreas de risco.

Ademais, convém frisar que devido aos maus desdobramentos entre nativos, madeireiros, mineiros e fazendeiros, houve de acordo com Secretaria Especial de Saúde Indígena um alto índice de suicídios, com 135 óbitos. Além disso, devido à carência de assistência médica e apoio governamental, a taxa doenças como anemia é grande, fazendo com que quase metade da população infantil venha possuir tal deficiência, levando a uma enorme mortalidade infantil. Diante disso, percebe-se que medidas por parte da administração pública devem ser tomadas a fim de fazer com que o crescimento populacional dos índios cresça para a perpetuação de sua cultura.

Portanto, medidas são necessárias para atenuar a problemática. Sendo assim, é imprescindível que o Chefe de Estado juntamente com os senadores acelere os processos de demarcação das terras indígenas e barrem qualquer PEC que venha ferir os direitos do povo original, com o intuito de proteger sua cultura. Além disso, é essencial que ONG?s e políticas públicas sejam criadas para que estes cidadãos tenham acesso à saúde, educação e segurança de qualidade, salvando-os dos altos índices de suicídios e mortalidade infantil, além de evitar a migração forçada para a cidade. Logo, poder-se-á afirmar que esse povo inocente será reconhecido diante da sociedade como heróis iguais aos citados nos textos românticos e modernos da literatura brasileira.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!