O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Indígenas brasileiros na contemporaneidade

A vinda dos colonizadores em 1500 foi marcada por um período de extremo conflito entre os europeus e índios que aqui viviam. Desde então, estes resistem e lutam pela preservação de sua cultura e inserção nesta sociedade hodierna tomada por preconceitos. Desse modo, torna-se inevitável a discussão sobre os enfrentamentos da população indígena no Brasil, os quais recaem nos âmbitos jurídico e social.
De início, é válido frisar a violação dos Direitos Humanos para com as comunidades indígenas. Inclusive, essa declaração enuncia que todos têm direito à vida, liberdade e segurança, mas isso não está sendo aplicado à eles. Além disso, as reservas indígenas sofrem constantes invasões e ocorrem conflitos entre índios e fundiários. Segundo a Fundação Nacional do Índio (FUNAI), 114 povos ainda aguardam a demarcação legítima de terras. Portanto, é preciso reconhecer o direito histórico que envolve essa questão.
Por outro lado, convém destacar a forma preconceituosa com que a figura do índio é tratada por parte da sociedade. Embora a cultura desses povos seja muito rica, eles são vistos como atrasados no tempo, pois suas características não se encaixam na dinâmica mundial atual, sendo, por isso, tratados com desprezo. Ademais, pode-se citar como exemplo a representação do índio que a escola transmite aos alunos no dia 19 de abril: penas na cabeça, vestes de palha e face pintada. Ou seja, essa imagem errônea se perpetua e faz dele um ícone ilustrativo, mas é mais do que isso: é uma entidade que luta diariamente pelo seu espaço e merece ser reconhecida.
Portanto, medidas são necessárias para amenizar tal impasse. Diante disso, a FUNAI deve priorizar a questão da demarcação de terras e exigir o respeito dessa decisão, através de patrulhas pela extensão desse território, afim de assegurar a segurança das comunidades indígenas. Ainda, o Ministério da Justiça pode promover uma maior atenção acerca dos direitos daquelas pessoas, afim de garantir sua integridade. Além disso, o Ministério da Educação deve promover nas escolas um novo método para dissertar sobre a figura do índio, a qual cause uma reflexão eficaz e profunda do tema. Desse modo, será possível diminuir as mazelas pelas quais esse povo passa e garantir seus direitos.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!