O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Indígenas brasileiros na contemporaneidade

Desde o início do século XVI, com a chegada oficial da colonização portuguesa ao Brasil, cultiva-se a ideia de que os índios precisam ser catequizados e civilizados. Desse modo, criou-se um pensamento egocêntrico, fazendo com que esses sofressem um processo de transformação habitual. Nesse contexto, é preciso refletir sobre dois aspectos que se fazem relevantes, quais sejam: a luta pela igualdade e os problemas acarretados por essa problemática.

Diante do exposto, é válido analisar que os pensamentos deixados pelos europeus, como a carta de Pero Vaz de Caminha, a qual exponha um olhar subjetivo em relação aos recém-descobertos. Logo, hodiernamente, os índios buscam por reconhecimento e valorização, assim, batalhando contra os empecilhos supracitados. Afinal, segundo Nicolau Maquiavel pregava "os preconceitos têm mais raízes do que princípios".

Outro aspecto a ser abordado é o aumento significativo dessa população. No Brasil, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística- IBGE, são mais de 890 mil indígenas. Entretanto, há falta de acesso à saúde e educação, ocasionando progressiva a desigualdade social. com isso afetando toda nação. Por conta disso, a Declaração Universal dos Direitos Humanos- promulgada em 1948 pela ONU- assegura a todos os indivíduos o direito à educação e o bem-estar social, para que os afetados tenham um modo de garantir a cidadania e proteção.

Para que os ideais de segurança e respeito ao cidadão defendidos pela ONU sejam efetivados, portanto, faz-se mister atuação do Estado. Dessa forma, é essencial que os poderes públicos e legislativo, por meio de parcerias com os meios de comunicação, conscientizar a população sobre a importância de uma sociedade mais justa e igualitária, através de propagandas de cunho social educativo, com intuito de promover a inclusão social e defender os direitos dessa parcela populacional.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!