ENTRAR NA PLATAFORMA
Impactos do Agronegócio na saúde

   A Revolução Verde, trouxe como consequência o agronegócio, a modernização agrícola. No entanto, ocasionou também as indústrias químicas com os agrotóxicos, um risco as lavouras e a saúde humana. Nesse contexto, os efeitos do agronegócio na sociedade vai da produção até o mercado, assim como resultado a saúde.


   Em primeiro lugar, o Brasil utiliza em suas produções agrotóxicos em grande escala. Segundo o jornal Folha de São Paulo, em onze anos cresce 20% de uso dessas substâncias químicas no campo. De um lado para previnir pragas nas lavouras, de outro, o seu uso exagerado gera problemas ambientais, a diminuição de polinizadores naturais como a abelha e por fim, riscos aos agricultores por entrarem constantemente em contato são intoxicados. Dessa forma, o mal se espalha para as mesas das casas.


    Por conseguinte, aumenta a intoxicação dessas substâncias na população. De acordo com o Ministério da Saúde, desde 2007 se intensificou os problemas de saúde por agrotóxicos. Assim, os brasileiros são expostos a longo prazo à doenças. Além disso, cresce também o medo de consumir produtos tóxicos com isso optam po produtos industrializados que não é uma boa opção a saúde.


     Fica claro, portanto, que haja soluções para diminuir os impactos do agronegócio na saúde. Cabe ao Estado controlar os usos dos agrotóxicos, fiscalizando empresas afim de decrescer sua utilização para que haja uma lavoura mais saudável e assegurar programas de saúde para seus agicultores que entram em contato. Também a mídia investir em propagandas conscientizando sobre ter uma saúde alimentar boa e sem medo, criando suas próprias cultivações em casa com dicas de nutricionistas e agricultores especializados, para que haja uma população menos obesa e saudável. Só assim será possível previnir os impactos ruins ao longo dos anos do agronegócio. 

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde