ENTRAR NA PLATAFORMA
Impactos do Agronegócio na saúde

     No conto infantil fictício "Branca de Neve e os sete anões", Branca de Neve fica inconsciente após ingerir uma maçã envenenada oferecida por uma bruxa. Analogamente, isso se reflete na realidade pelo uso excessivo de agrotóxicos em produtos alimentícios, o que tem gerado grande impacto negativo na saúde das pessoas. Assim, é preciso medidas para reduzir o índice de doenças causadas pela ingestão de defensivos agrícolas, bem como ampliar o consumo de produtos orgânicos. 


     A propaganda "Agro é Pop" midiada pela Rede Globo de Televisão, incentiva o agronegócio em larga escala, para que se aumente a produtividade. No entanto, não é mostrado com a mesma frequência que, com a ampliação do uso de agrotóxicos, aumentou-se, também, o indice de doenças causadas pela ingestão desses. Segundo o Ministério da Saúde, o número de intoxicações causadas pelo consumo de agroquímicos variou de 12.797, em 2015, para 15.107, em 2018, e mesmo após a divulgação desses dados novos agrotóxicos foram liberados para uso. Logo, isso mostra as consequências advindas pelo grande incentivo ao agronegócio na saúde. 


     Outro fator preponderante, é o alto custo de alimentos orgânicos. De acordo com uma pesquisa publicada pelo Conselho Brasileiro de Produção Orgânica  (Organics Brasil), a diferença de custo entre um alimento orgânico e um alimeto comum ultrapassa 250%. Com isso, apesar dessa mesma pesquisa mostrar um aumento no consumo de produtos naturais, em cerca de 15%, essa diferença no preço limita o acesso a grande parte da população, que recorrem a produtos com defensivos agrícolas.


     Diante disso, é preciso que o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimentos (MAPA), juntamente com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) limitem a quantidade de agrotóxicos utilizados na lavoura à niveis que não causem danos a saúde da popupação, inspecionando com mais eficácia os alimentos que chegam ao consumidor, para minimizar a exposição das pessoas aos defensivos químicos. Assim, é necessário, também, que o Estado auxilie os produtores orgânicos, minimizando os impostos e subsidiando propriedades inutilizadas, a fim de baratear o custo da produção e, com isso, tornar acessível consumo alimentos naturais para toda a população. Destarte, será possível reduzir os impactos causados pelo uso excessivo de agrotóxicos e fazer o agronegócio favorável a todos. 

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde