ENTRAR NA PLATAFORMA
Impactos do Agronegócio na saúde

''No meio do caminho tinha uma pedra, tinha uma pedra no meio do caminho''. Através deste trecho do poeta modernista Carlos Drummond de Andrade, percebe-se que a sociedade, ao longo de seu desenvolvimento, encontra obstáculos em sua caminhada. Nesse viés, os impactos do agronegócio na saúde se configuram como um empecilho na sociedade contemporânea. Tal empecilho instala-se na negligência governamental, vinculada a falta de conhecimento da população sobre os malefícios do uso de agrotóxicos nos alimentos.


Em primeira análise, ocupando a nona posição econômica mundial, segundo a revista ''EXAME'', seria racional acreditar que o Brasil possui um sistema de segurança a alimentação eficaz. Contudo, a realidade é claramente o oposto e é refletida no número alarmante de agrotóxicos usados em alimentos para acelerar a produção, favorecendo a economia. Prova disso é o dado divulgado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), no qual informam que 64% dos alimentos brasileiros são contaminados por agrotóxicos. Consequentemente, prejudicando a saúde do cidadão.


Além disso, a educação é o principal fator para o desenvolvimento de um país. Entretanto, muitos brasileiros não possui o senso de que esses agrotóxicos ingeridos podem causar graves doenças, como câncer, arritimia cardíaca, fibrose pulmonar, doença de Parkinson, entre outras - de acordo com a OMS. Diante dessa perspectiva, para o sociólogo francês Émile Durkheim, o indivíduo poderá agir apenas quando aprender a conhecer o contexto em que está inserido, a saber das origens e condições de que depende. Assim, somente a educação pode desenvolver esse senso no indivíduo.


Destarte, diante dos fatos supracitados, são necessárias medidas capazes de mitigar essa problemática. Cabe ao Poder Legislativo em parceria com a ANVISA, formular leis mais eficazes, com base em pesquisas científicas, realizadas por biólogos, que visem novas alternativas de agrotóxicos menos agressivos a saúde. Esta pesquisa deve ser realizada por meio de investimentos estatais e compartilhada nas escolas para alunos e interessados pelo assunto, apresentando os prós e contras do uso de agrotóxicos. Para que, assim, o uso exacerbado destes agroquímicos seja uma pedra removida do caminho para o desenvolvimento.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde