ENTRAR NA PLATAFORMA
Impactos do Agronegócio na saúde

      Na Alegoria da Caverna, Platão ilustra que o pensamento fora do padrão é virtude agregada ás pessoas que buscam fugir do senso vulgar. Nessa ótica, faz-se necessário analisar, de forma crítica, os impactos ocasionados provenientes do agronegócio á saúde . Assim, seja pelos processos históricos em questão, seja pelas formas atuais de produção e suas consequências, novas políticas necessitam ser aderidas no cenário nacional.


 


       Em primeira análise, vale salientar que de acordo com a historiadora Débora Aladim, na década de 70, do século passado, no Brasil não havia produção de alimentos suficiente e os preços, naturalmente, eram mais altos. Essa demanda foi favorável para o desenvolvimento do mercado do agronegócio no país. Entretanto, esse aumento desacerbado já trás danos ecológicos e sociais para o planeta, como o desmatamento e favorecimento do aquecimento global, como os danos ocasionados à saúde acarretados pela demasia do uso de agrotóxicos.


 



     Ademais, convém frisar que de acordo com o INCA, Instituto Nacional do Câncer, mais de 70% dos cânceres são provenientes do uso excessivo de agrotóxicos e alimentos industrializados. Ainda mais, com o aumento da produção de alimentos, mais áreas foram desmatadas sem planejamento, ocasionando assim, danos a fauna e a flora, além de o processo de desertificação do bioma e a extinção de espécies - como já acontece no Cerrado brasileiro.


 


Logo, faz-se necessário que medidas em âmbito de políticas públicas sejam adotadas para reverter esse cenário. De maneira inicial, urge que o Poder Executivo, através dos seus agentes, fiscalize, de forma contundente o cumprimento das leis vigentes, visando aplicar as penas cabíveis a quem infringi-las. Assim, o cultivo e seus benefícios serão favoráveis às pessoas e ao planeta.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde