ENTRAR NA PLATAFORMA
Impactos do Agronegócio na saúde

  No meio do caminho tinha uma pedra, tinha uma pedra no meio do caminho. Através deste trecho atribuído ao poeta (Carlos Drummond de Andrade), percebe-se que a sociedade encontra obstáculos ao progredir. É fato que o uso exacerbado de agrotóxicos se mostra cada vez mais arriscado para a saúde, visto que, seus fins leva o indivíduo a sofrer enfermidades como câncer e distúrbios comportamentais, possivelmente limitando sua interação com as massas populares.


Em primeiro lugar, a aprovação do uso de mais agrotóxicos (pela Pasta da Agricultura) eleva gradativamente o número de casos de intoxicações. Segundo dados da (Pasta de Saúde), em 2018 as notificações de enfermidades subiram para 15705, isto após a aprovação do uso de 450 produtos na lavoura.


 


  Eventualmente, nos dias atuais encontramos alimentos produzidos de maneira saudável. Isto se da pela necessidade do uso de agrotóxicos para proteger as lavouras, visto que, a produção orgânica exige condições que custariam mais caro para o produtor, e por conseguinte; mais caro para o consumidor. 


 


Diante do exposto, é mister que soluções sejam elaboradas com o intuito de remover essa pedra do caminho. A princípio, é indispensável ação do governo em parceria com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Implantando sistemas de fiscalização direta a liberação e uso de agrotóxicos, afim de reduzir os riscos. Ademais cabe também ao público consumidor o dever de se informar e procurar melhorias no consumo priorizando a saúde e bem estar.


  

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde