ENTRAR NA PLATAFORMA
Impactos do Agronegócio na saúde

Publicada no ano de 1988, a Constituição Federal do Brasil garante a todos os cidadãos o direito a saúde. Entretanto, a enorme quantidade de agrotóxicos utilizada pelo agronegócio tem privado o povo brasileiro deste direito primordial, proporcionando refeições cada vez mais cheias de aditivos e diminuindo gradativamente a espectativa de vida da população. Nesse sentido, cabe destacar os fatores que fomentam esse preocupante quadro tanto no âmbito nutricional, quanto no social.
Vale ressaltar, primordialmente, o impacto nutricional do agronegócio como fator agravante da adversidade. Segundo Arthur Schopenhauer: "O maior erro que um homem pode cometer é sacrificar a própria saúde em virtude de qualquer outra vantagem". Essa reflexão se aplica diretamente ao impasse, visto que, apesar de mais econômica, a produção em massa de insumos agrícolas é extremamente danosa por seu reduzido valor nutritivo e alto teor tóxico, sendo causa ativa até mesmo de doenças terminais como câncer e parada cardíaca.
Ademais, é de suma importância frisar, o peso na micro agricultura gerado pela agroindústria como agente perpetuante da problemática. De acordo com o Ministério da Cultura, somente no ano de 2018, foram aprovados mais de 450 novos agrotóxicos, dados que demonstram que a cultura de fabricação em massa continua em pleno crescimento, enquanto a pequena produção ou "agricultura familiar", segue sendo pouco utilizada, perpetuando o monopólio das produções de insumos agrícolas no Brasil, pois, apesar de representar uma opção indubitavelmente mais saudável, não possui apoio político e econômico para seu crescimento pleno.
Dessa forma, fica claro que medidas são necessárias para a resolução do impasse. Portanto, cabe ao Ministério do Meio Ambiente, a criação de um projeto de leis denominado "Veneno Zero", tornando crime a utilização de qualquer fertilizante que possua em sua composição elementos geradores de doenças ou enfermidades, punindo de acordo com uma tabela de danos previamente elaborada pelo Ministério da Saúde, podendo variar desde multas preventivas, sendo estas revertidas integralmente para financiamento e incentivo de pequenos agricultores, até prisão por crime ambiental. Dessa forma, poderemos reduzir consideravelmente o impacto do agronegócio na saúde da população brasileira.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde