O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Imediatismo da sociedade moderna e a dificuldade em lidar com as frustrações

No livro ''Modernidade Líquida'', do escritor contemporâneo Zygmunt Bauman, é ilustrado que as relações sociopolíticas são demasiadamente efêmeras, isto é, nada é feito para permanecer vigente por muito tempo. Fora da literatura, é possível assimilar a obra à realidade do imediatismo da comunidade moderna e da dificuldade em lidar com as frustrações, uma vez que esse problema é intensificado hodiernamente. É mister analisar, portanto, não só a ideologia do capitalismo, mas também as consequências refletidas nos cidadãos, cabendo ao Estado remediar essa conjuntura no território brasileiro.


 


A princípio, é imprescindível ponderar que os acontecimentos possuem um viés de durabilidade menor se comparado à outrora. Isso porque a ascensão do capitalismo, após o término da Guerra Fria, influenciou o ideal intersubjetivo não duradouro no cotidiano das pessoas, resultando em personalidades mais individualistas e impacientes, haja vista que o imediatismo é valorizado pela população em áreas profissionais e financeiras, por exemplo. Dessa forma, as pessoas se veem em uma disputa incessante contra o tempo, acreditando que a melhor maneira de encontrar o êxito em seus feitos é efetivá-los rapidamente. Enfim, é imperioso amenizar a perspectiva capitalista na sociedade contemporânea.


 


Por conseguinte, essa dinâmica corrobora no impasse de lidar com os princípios não alcançados, contribuindo no surgimento de problemáticas relacionadas à saúde humana. Assim sendo, embora a Constituição Federal, promulgada em 1988, garanta, em seu Artigo 196, que é dever do Estado disponibilizar a todos o acesso à vitalidade, bem como atenuar os meios que violam a integridade psicológica dos indivíduos, o cenário das frustrações permeia os valores interpessoais. Por isso, o desenvolvimento de depressão e de exacerbados desapontamentos expressa que a comunidade necessita de medidas paliativas para lidar com o imediatismo e as decepções, para efetivar, dessa forma, a premissa do texto constitucional. 


 


Fica claro, então, que a intempérie é causada por questões ideológicas. A fim de minimizar o ideal capitalista de imediatismo e as consequências refletidas na sociedade, urge que o Ministério da Saúde discuta essa temática nos espaços abertos, evidenciando que a rapidez das relações interpessoais, muitas vezes, não traz benefícios aos anseios individuais. Essa medida será realizada por meio de seminários ministrados por psicólogos e por profissionais especializados no comportamento humano, sendo isso custeado pelas verbas públicas destinadas à promoção do bem-estar social. Unicamente assim, a comunidade estará ciente de como lidar com a efemeridade hodiernamente, adotando uma postura coletiva diferente da retratada no livro.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!