O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Humanos e animais

A relação entre humanos e animais vem tendo seus laços estreitados a cada dia, impactando positivamente os dados estatísticos de maus tratos na relação entre essas populações. No entanto, pode-se notar um certo exagero de prezar por animais em detrimento das relações do homem para com o próprio homem. Isso se vê, por exemplo, quando uma pessoa de classe média nega o pagamento de um salário digno aos seus empregados ou, até mesmo, um prato de comida a um mendigo que se apresenta com fome- mas não hesita ao arcar com grandes despesas mensais com seus animais de estimação.
Muitos são os casos em que famílias adotam seus animais como sendo um integrante da família, chegando a colocá-los para dormir na própria cama- ou ainda na cama das crianças- alimentando-os de acordo com hábitos humanos e sedentarizando-os no ambiente doméstico, causando sérios problemas para a saúde desses animais, como obesidade e hipertensão, podendo levá-los a um infarto fulminante e, consequentemente, à morte.
Uma pesquisa realizada recentemente nos EUA, aponta a relação supracitada como sendo um processo terapêutico benéfico à saúde humana. No entanto, é preciso ficar atento ao interesse econômico de grandes indústrias farmacêuticas, que buscam, através dessas pesquisas, a ampliação do mercado consumidor, haja vista que nos últimos tempos, houve uma ideologia de compartilhamento dos medicamentos entre humanos e cachorros.
Com isso pode-se afirmar a necessidade de uma racionalização da relação entre humanos e animais, racionalização essa que poderá ser feita com o apoio das mais variadas esferas da sociedade. À família cabe o dever de orientar as crianças a manter um contato limitado com animais de estimação, uma vez que o contato exagerado poderá fazer com que a criança se torne obcecada por esses animais, comprometendo o pensamento crítico do indivíduo no futuro. Ao Estado cabe o dever de estabelecer uma conscientização crítica sobre os limites entre estimação e monopólio capitalista, e poderá usar a escola e a mídia como meio, buscando atingir às mais variadas esferas sociais. Procurando assim ter uma relação racional entre humanos, animais e a indústria de fármacos.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!