O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Homossexualidade e preconceito no Brasil

O ódio ao amor
Durante o nazismo, ditadura propagada na Alemanha por Adolf Hitler, ocorreu a morte de diversas minorias, dentre elas, os homossexuais. Porém, até os dias de hoje, ainda ocorrem discriminações com eles, mais precisamente, segundo o Grupo Gay da Bahia, morre um homoafetivo a cada 26 horas.
Contudo, a morte não é a única consequência da homofobia. Ocorrem diversos estupros tendo como vítimas lésbicas, tal crime é cometido com o pretexto de ''aprender a ser mulher'', assim como ocorreu em 2015, na qual o site Tio Astolfo possuía um guia completo de como estupra-las. Além disso, há diversos terrores psicológicos vivenciados diariamente, assim como tratam diversos youtubers militantes lbgtq, como, por exemplo, Murilo, dono do canal ''Muro Pequeno''.
A homofobia está muito presente na sociedade, assim como ocorreu com a propaganda ''casais'', do Boticário, onde apresentam-se casais homossexuais, causando muita repulsa em diversas indivíduos, gerando excessivos ''dislikes'' em seu vídeo no YouTube. O local onde as pessoas deveriam se sentir seguras, tornam-se onde ocorrem mais discriminações, tal como igreja, escola e na própria família, nas quais diversas regras são ditadas para enquadrar os indivíduos no padrão da sociedade, sem levar em consideração diversidade de gênero e/ou sexual.
Portanto, medidas são necessárias para resolver o impasse. Tendo como agressores os indivíduos de convivência diária, torna-se fundamental que o Ministério das Comunicações, crie propagandas para disseminar a diversidade sexual, explicando-a, causando assim uma maior aceitação pessoal e social, a mesma deve ser transmitida em rede de televisão aberta. Também, atualmente, não há nenhuma legislação que criminaliza homofobia, logo, necessitamos de uma, a qual deve ser formulada pelo Ministério da Justiça, em parceria com a Polícia Militar, afim de assegurar que quem não à cumpra seja punido.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!