O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Homossexualidade e preconceito no Brasil

Como diria o filósofo Masaharu Taniguchi, não é sábio julgar alguém pelas suas escolhas e seu modo de viver, deve-se buscar o entendimento e o respeito. Em oposição a tal pensamento, vê-se que muitos brasileiros ainda sofrem preconceito devido ao fato de serem homossexuais. Nesse contexto de discriminação, há dois fatores que não podem ser negligenciados, a grande violência contra os que se relacionam afetivamente com indivíduos do mesmo sexo, e , também, o desconhecimento populacional sobre as diversas opções sexuais existentes.
Em primeira análise, cabe pontuar que a intolerância contra os homoafetivos resulta na violência. Uma prova disso está na pesquisa realizada pelo movimento Grupo Gay da Bahia(GGB), a qual informa que no passado foram mortos mais de 340 indivíduos, dentre estes estão gays, lésbicas, bissexuais, travestis e transsexuais. Dessa forma, percebe-se que diminuindo a questão da homofobia, a violência também seria amenizada.
Ademais, convém frisar que a falta de conhecimento da população à respeito das várias opções sexuais resulta na discriminação contra estas. Uma prova de que o desconhecimento é um problema está na frase de Nelson Mandela "a educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo". Dianto disso, percebe-se que uma das formas de reduzir a homofobia é investir na base educacional do Brasil.
Portanto, medidas são necessárias para atenuar a problemática. É imprescindível que o governo federal adote leis e punições mais severas com relação à violência contra homossexuais, assegurando assim a liberdade de escolha. Além disso, é essencial que as escolas em parceria com as ONG's, promovam palestras, cursos e projetos para a população com o intuito de aumentar o conhecimento à respeito das várias opções sexuais.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!