ENTRAR NA PLATAFORMA
HIV na terceira idade

Na obra “Utopia”, do escritor inglês Thomas More, é retratada uma sociedade perfeita,na
qual o corpo social padroniza-se pela ausência de conflitos e problemas. No entanto, o que se
observa na realidade contemporânea é o oposto do que o autor prega, uma vez que o HIV na terceira idade apresenta barreiras,as quais dificultam a concretização dos planos de More.Esse cenário antagônico é fruto tanto da ausência de informações,quanto dos medicamentos.Diante disso, torna-se fundamental a discussão desses aspectos, a fim do pleno funcionamento da sociedade.


Antes de tudo,é fulcral pontuar que a carência de campanhas  de prevenção contra a Aids para esse público da terceira idade deriva da baixa atuação dos setores governamentais, no que concerne à criação de mecanismos que coíbam tais recorrências.Segundo o pensador Thomas Hobbes, o estado é responsável por garantir o bem-estar da população,entretanto, isso não ocorre no Brasil.Devido à falta de atuação das autoridades,a terceira idade vindo de uma juventude que não aderiu a cultura do preservativo fica nos dias atuais mais vulneráveis a tais doenças,isso se potencializa pela ineficácia de campanhas de metódos contraceptivos para esse público.Desse modo, faz-se mister a reformulação dessa postura estatal de forma urgente.


Outrossim,é imperativo pontuar que o uso de medicamentos para estimular o sexo é um promotor do problema.A esse respeito,dados do Ministério da Saúde revelam que nos últimos dez anos a taxa de HIV na terceira idade cresceu mais de 100%.Partindo desse pressuposto,o uso de medicamentos que proporciona o sexo novamente na terceira idade,faz com que os casais,após a menopausa da mulher,comecem a praticarem relações sexuas desprotegidas,já que que não se preocupam mais com a gravidez.Tudo isso retarda a resolução do empecilho, já que esses medicamentos contribui para aperpetuação desse quadro deletério.


Portanto,atitudes para a reversão da problemática supracitada são necessárias.Para isso,o Ministério da Saúde,como instituição regulamentadora das prevenções de doenças,por meio dos hospitais públicos e particulares,deve promover campanhas e palestras com o intuito  de informar a importância do uso de métodos contraceptivos na terceira idade,através da ajuda da família para incentivar esse público a frequentar as palestras para que eles tenham uma reeducação sexual que não tiveram na juventude.Desse modo,o fito de tal ação é que o número de pessoas com HIV na terceira idade diminua gradativamente,assim,a coletividade alcançará a Utopia de More.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde