ENTRAR NA PLATAFORMA
HIV na terceira idade

O filme " O curioso caso de Benjamin Button" retrata a vida de um menino que nasce idoso e vai rejuvenescendo com o passar dos anos. Com isso, há inversão nos tempos da fase adulta, adolescência e infância, fazendo com que Benjamin aproveitasse sua juventude tardiamente. É dessa maneira que os idosos, hoje, estão se comportando com a facilidade de acesso às pílulas estimulantes de libido: os aumento da vida sexual os relembra a época de sua jovialidade. Contudo, a utilização deste remádio de forma irresponsável gerou o aumento nos casos de HIV na terceira idade.


Com quase 40 anos de descoberta, o vírus do HIV não acometeu aqueles que a adolescência se passou no início do século XX. Tal doença matou milhares de jovens por todo mundo nas décadas de 1980 e 1990, sendo mais difícil de infectar aqueles que eram casados e não mantinham relações fora do casamento. Por causa disso, os idosos da atualidade que não se informaram sobre as formas de transmissão do vírus e tem acesso ao viagra - retornando à vida sexual - acabem se tornando suscetíveis à infecção. Dessa forma, vê-se que o aumento no número de idosos com HIV é devido a baixa informação sobre como se propaga o vírus juntamente ao fácil acesso às pílulas estimulantes.


Devido ao fato de não terem vivido o medo latente de serem infectados com o HIV, os idosos contemporâneos possuem pouco conhecimento sobre e, conequentemente, não utilizam preservativos e suas relações sexuais. Sabe-se que a forma mais fácil de transmissão do vírus da AIDS é por meio do contato sexual e a prevenção se dá com o uso de camisinha e todas as relações. Contudo, aqueles com idades maiores não têm o hábito de utilizar preservativos, haja visto que em sua adolescência era um vírus desconhecido. Com isso, a propagação da doença nessa faixa etária está aumentando.


A evolução no índice de idosos com HIV é devido ao uso de pílulas estimulantes de forma irresponsável, já que não é utilizado preservativos para se protegerem da possível infecção. Desse modo, os geriatras devem instruir a forma correta de utilizar as pílulas e as camisinhas por meio de conversas regulares em seus consultórios, para que, assim, mais idosos consigam se prevenir do HIV e não infectar mais pessoas. Com essa medida, a população idosa poderá aproveitar a sensação da juventude da mesma maneira que Benjamin Button, de forma tardia, mas sem colocar outras pessoas e a si mesmo em risco.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde