O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Gravidez na adolescência

Gravidez precoce- fatores socioeconômicos que a influenciam



No período da Grécia Antiga, havia uma grande tendência ao casamento e à gravidez precoce, visto que existia um alto estímulo a tais práticas, que eram, extremamente, normatizadas. Na contemporaneidade brasileira, a situação é parecida, visto que a taxa de fecundidade adolescente no País coloca-o entre os países onde a gravidez precoce é um problema social e de saúde pública. Nesse contexto, deve ser analisado a desinformação sobre o assunto, concomitantemente com a realidade que o jovem está inserido.



Em primórdio da observação desse problema encontra-se a falta de informações sobre a educação sexual, que advém de um tabu da sociedade, no qual, ao ocorrer a orientação sobre o assunto por parte da escola e da família, estimulará o jovem a ser sexualmente ativo. Tal receio está ligado fortemente ao cristianismo, que prega a castidade e a pureza virginal, o que ficou interiorizado nos moldes sociais desde sua implantação.



Além disso, tais ocorrências aparecem, principalmente, em áreas mais pobres e áreas rurais, que tendem a ser locais mais desinformados. No qual, grande parte dos bebês têm risco de nascerem prematuros e com baixo peso, segundo dados divulgados pelo Senado. Esse cenário é contribuído pela precariedade estrutural desses locais que, muitas vezes, não apresentam postos de saúde ou hospitais para o tratamento pré- natal necessário.



Portanto, medidas são necessárias para resolver essa questão. O Ministério da Saúde aliado ao Ministério da Educação devem ministrar palestram em todas as escolas de ensino fundamental II e médio, voltadas para a educação sexual e sua importância, regidas por psicólogos. Ademais, o Ministério do Desenvolvimento deve ampliar os investimentos para a construção de mais hospitais e lugares de atendimento às grávidas, pois assim, o jovem procurará prevenção por conta da informação prévia tida e haverá cuidados e assistência para aquelas já gestantes.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!