O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Gravidez na adolescência

Com base no Iluminismo, compreende-se que uma sociedade só evolui quando se mobiliza com o problema do outro. Entretanto, quando se observa a questão da gravidez na adolescência no Brasil, percebe-se que esse ideal não é seguido, fazendo com que isso se torne um problema, seja pelo tabu que envolve esse assunto, seja pela maior ocorrência entre indivíduos de classes baixas.
Em uma primeira análise vê-se que, com o desenvolvimento da pílula anticocepcional em 1956, às mulheres conseguem evitar uma gravidez indesejada em quase 100%. Porém, ainda existe um tabu na sociedade brasileira a respeito da sexualidade, de forma que, o jovem entra na vida sexualmente ativa sem conhecimento do uso de métodos contraceptivos, assim, aumentando os riscos de acontecer uma gravidez não planejada, como também, contrair uma DST.
Outrossim, cabe salientar que o indíce de gravidez precoce nos últimos 13 anos caiu 26%, de acordo com o Ministério da Saúde. Embora, ainda se torna um problema a qual a chance de acontecer a adolescentes pobres, negros e com menor escolaridade é maior do que comparado aos outros indivíduos, fazendo com que eles abandonem as escolas, logo, contribuindo para inseção desses jovens no mercado informal.
Portanto, medidas são necessárias para resolver tal impasse. Destarte o Ministério da Educação em parceria com o Ministério da Saúde devem desenvolver um projeto o qual será inserido em todas as escolas públicas e privadas a partir do ensino fundamental, aulas sobre educação sexual, além de promover palestras com os pais dessa juventude, explicando a importância da discussão desse tema na família. Nesse sentido, o intuito dessa medida é de preparar o adolescente para uma vida sexual segura, como também evitar a gravidez precoce desse jovem, só então progredindo para a erradicação dessa problemática.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!