O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Gordofobia e o culto ao corpo padrão

A série americana da Netflix, "Insatiable", com seu público-alvo infatojuvenil, conta a história de uma menina que sente vergonha do seu corpo, tentando abordar a gordofobia. Entretanto, a série falha em seu propósito, uma vez que, ao invés de criar um enredo acerca da aceitação de seu corpo, trata a gordofobia com um falso sentimento de "superação", rendendo-se ao corpo padrão. Tendo isso em vista, é fato que a gordofobia ainda tem suas raízes fortes na sociedade e torna-se fulcral sua pauta.


A priori, vale discorrer sobre a persistência da relação entre a obesidade e comorbidades. Segundo o filósofo Immanuel Kant, "O ser humano é aquilo que a educação faz dele", com isso, é prescindível que o Brasil necessite de uma reeducação em relação a isso. A naturalização da comparação entre obesos e não saudáveis é devastadora, o que acaba apenas fortalecendo a gordofobia com fatos irreais, já que é totalmente possível um indivíduo possuir um Índice de Massa Corporal (IMC) elevado e continuar sendo saudável.


Outro ponto a salientar é o risco à saúde que é causado pela interminável autocrítica diante do "padrão perfeito". O documentário estadunidense, "The Social Dilemma", trata sobre como as redes sociais manipulam e influenciam a opinião e o padrão que adolescentes devem seguir, principalmente na questão da beleza, um quesito que é influenciado pela protagonista, criando uma bola de neve ameaçadora.


Em síntese, é indiscutível que urge do Ministério da Saúde, com o apoio da mídia, crie campanhas de cunho informativo a fim de desmistificar os fatos acerca da obesidade ser atrelada a doenças e comorbidades. As campanhas devem ser difundidas através dos meios de comunicação mais importantes nesse âmbito, como o televisivo e o virtual. É evidente, também, que as campanhas falem sobre os riscos do culto ao corpo padrão, empoderando a diversidade de padrões estéticos, para que os brasileiros tenham uma relação positiva com a citada por Kant.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!