O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Gordofobia e o culto ao corpo padrão

   Ao longo da história humana, o padrão de beleza foi algo mutável. No período da pré história, por exemplo, o desejável era ter seios e barriga avantajados, pois representavam a fertilidade, muito valorizada na época. Em contrapartida, na contemporaneidade, o padrão estético em vigor têm gerado vários problemas. Por isso é importante analisar os aspectos que permeiam tal questão.


   É notável que a pressão social exerce influencia sobre o comportamento individual. De acordo com o filósofo Michel Foucault, as normas são impostas por padrões sociais. Em concordância com tal pensamento, é possível notar que a mídia, principalmente as mídias sociais (Facebook e Instagram) intensificam a insatisfação pessoal com o corpo. Isso é feito pelo uso de manipulação de fotos e uso indiscriminado de "filtros" que mudam a fisionomia e as formas do corpo. Tudo isso faz com que o indivíduo tenha uma visão distorcida da realidade e se sinta excluído do "ideal".


   Ademais, a imposição da magreza como regra, segrega quem está acima do peso. A gordofobia (intolerância com pessoas gordas) é uma das principais consequências do opressivo modelo estético dominante. Tal preconceito se manifesta tanto por meio de ofensas diretas, quanto por exclusão social. É possível notar isso na falta de cadeiras maiores em ônibus e outros meios de transporte, catracas pequenas, móveis que não suportam o peso de uma pessoa maior, entre outros exemplos. Somando-se esses fatores, fica claro que a acessibilidade e a vida cotidiana de tais pessoas é prejudicada.


   Em virtude dos fatos mencionados, ações são necessárias para reverter o impasse. É preciso que a Câmara Legislativa formule uma lei que responsabilize os canais de comunicação social pelas imagens que veicula. Isso será efetivado por meio de votação entre os parlamentares. A lei deve exigir que quando houver manipulação de imagens, isso deve ser explicitamente citado, com o intuito de quebrar a noção de "corpo perfeito". Outrossim, o Governo Federal deve destinar mais recursos para aumentar a acessibilidade de pessoas gordas em locais públicos, por intermédio da Receita Federal. Com esses atos, será possível garantir a cidadania e a isonomia para todos.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!