O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Gordofobia e o culto ao corpo padrão

 Em 2012 foi criado o ''pop plus size'' por Flávia Durante, com o intuito de trazer roupas de tamanho a partir do 44 para mulheres que estão ''fora do padrão''. Sob essa lógica, percebe-se que no Brasil não há muitas opções de roupas para mulheres gordas, pois há uma grande opressão no que concerne a parte físíca aos olhos de uma sociedade preconceituosa, e alienada. Além disso, essa problemática é pouco discutida por orgãos superiores, assim sendo tratado como um assunto irrelevante, seja pela alienação social, seja pela insuficiência legislativa.

 Primeiramente, a falta de empatia é um grande responsável na consolidação do problema. A modelo Bia Gremion, foi alvo de piadas pelo humorista Léo Lins, em depoimento ela disse que ficou triste, a gordofobia, é um assunto que constrange e desagrada á quem recebe esses comentários, na obra modernidade líquida, Bauman diz que para se por no lugar do outro é preciso deixar de olhar para si. Em virtude disso a sociedade a sociedade é muito apática e ainda é muito preconceituosa e repugnante em certos aspectos como no caso do culto ao corpo padrão, esse esteriótipo deve ser esquecido. 

 Ademais a insuficiência legislativa corrobora na questão. Outrossim, os ativistas do ''Movimento Corpo Livre'' acham importante, criar uma lei que punam pessoas que praticam gordofobia, pois é um caso de descriminação, depoimentos de pessoas gordas dizem que sabem que quando saírem na rua já sabem que tem que lidar com os olhares e comentários das pessoas, o que é desagrádavel.

 Portanto medidas são necessárias. O Ministerio da Justiça, deve apoiar a lei ''Movimento Corpo Livre'' que, repudie qualquer tipo de tratamento gordofóbico, com uma punição de trabalho voluntário em clinícas com pessoas gordas, com bulimia e baixo autoestima, em relação á sua aparência, para ajudar e conversar, com elas, no final as mesmas, irão avaliar dando uma nota, se for boa será liberado se não continuará e ainda, terá que pagar cestas básicas, assim os fazendo criar empatia, e mudar suas mentes, e também ajudando pessoas a se aceitarem. 

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!