O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Futuro da palavra escrita

Em uma sociedade movida pelo desenvolvimento da tecnologia, somos completamente dependentes das facilidades que ela nos trás, como por exemplo a rápida comunicação com pessoas ao redor do mundo. E como consequência temos a crescente valorização do tempo, as mudanças dos valores contemplados pela sociedade e também a sensação de inutilidade humana no trabalho braçal.
"Tempo é dinheiro". Infelizmente somos regidos por uma ideologia de produção e consumo desenfreado, onde inovações que agilizem o processo são adoradas pelos "donos do tempo" -geralmente grandes empresários que detém o capital- e esta conduta tende a aumentar periodicamente, influenciando as futuras gerações a seguir o mesmo caminho e deixar de lado a arte da escrita, visto que digitar uma mensagem de texto é mais prático e não exige esforços.
Se compararmos os valores passados de geração em geração desde o início da civilização até agora, ficamos desapontados com a inverção destes, que tendem a modificar-se cada vez mais. Onde antes o importante era uma longa correspondência à pessoa amada, hoje é um simples "emotion" (símbolos utilizados para substituir palavras), evidenciando a falta de importância dada aos instintos naturais do ser humano.
Com todo o avanço da tecnologia, a figura do homem é constantemente degradada e descartada pelo mercado, uma vez que máquinas e computadores são capazes de realizar o mesmo trabalho, por menores custos e em menos tempo. Com isso, centenas de trabalhos em jornais e revistas são descartados, comprovando que o homem tende a ser substituído até no ramo da informação e publicação de informativos, já não mais impressos, mas sim digitais.
Em virtude dos fatos mencionados, conforme acompanhamos a evolução dos smartphones, por exemplo, que possuem milhares de aplicativos, a escrita é desprezada até mesmo nas escolas, que procuram se atualizar, adquirindo livros digitais e cobrando trabalhos "online" dos alunos. Não devemos deixar nossa cultura desaparecer, e para isso medidas preventivas são necessárias, como o estímulo às crianças ao hábito de escrever e desenvolver seu raciocínio, cabe também ao terceiro setor o investimento em campanhas que incentivam a leitura, elém de oNG's que foquem em mudar este esteriótipo implantado pelo mundo do consumo.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!