O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Formas para alcançar o equilíbrio entre saúde e beleza

Equilíbrio entre saúde e beleza
De acordo com um levantamento feito pela Secretaria de Estado da Saúde do estado de São Paulo, 46% de 150 garotas entrevistadas afirmam acreditar que mulheres magras são mais felizes. A questão de distúrbios alimentares causados por preocupação com beleza é um problema recorrente no Brasil, onde pode-se notar uma grande obsessão com relação à beleza física. Dessa maneira, deve-se analisar como os padrões de beleza e a falta de representatividade influenciam na problemática em questão.
Durante o passar do tempo o conceito de beleza foi se redefinindo, e concomitante a ele a procura por caminhos para se enquadrar nos chamados "padrões de beleza". A maior influência para o grande número de adolescentes preocupados com a aparência, é, sem dúvida, a forma como a mídia trata esta questão. Por meio de campanhas publicitárias com modelos que possuem um único tipo, mulheres altas e magras, cria-se um estereótipo de que para ser bonita uma mulher tem que se encaixar nesses requisitos. Dado que há uma grande diversidade no Brasil esse padrão se torna falso, forçando várias mulheres a modelarem seu corpo para se assemelharem a ele. Essa busca, no entanto, pode acarretar em vários problemas de saúde, como por exemplo, bulimia e anorexia, transtornos alimentares causados pela distorção de imagem.
Além disso, a questão é pouco debatida no Brasil. Muitas das vítimas dos transtornos, ao procurarem tratamento, se deparam com declarações como "isso é frescura", ou "isso é invenção sua". Não é de conhecimento público a causa e a definição dessas doenças, o que torna difícil o acesso a tratamento, visto que muitas vezes a própria família da vítima a desacredita.
De acordo com o que foi dito, torna-se evidente que a questão dos transtornos alimentares é uma questão de saúde pública que precisa ser levada a sério. É necessário, portanto, que o Ministério da Saúde dê a devida importância a isso e realize campanhas onde conscientize a população sobre os riscos de uma obsessão pelo corpo perfeito, contendo matérias feitas por especialistas e as divulgue por meio de folhetos, rádio e televisão. Dessa maneira, pode-se haver uma maior compreensão da população acerca do assunto. Além disso, é necessário também que as grandes empresas que fazem uso da imagem de mulheres façam campanhas publicitárias com outros perfis de mulheres, fugindo do padrão. Dessa maneira as mulheres podem se sentir "acolhidas" e, indubitavelmente, gostar mais do próprio corpo e se aceitar, sem partir em busca de algo irreal. Conclui-se. a partir do que foi dito, que é o melhor caminho para resolver a questão dos distúrbios alimentares é a conscientização da população.













Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!