ENTRAR NA PLATAFORMA
Falsidade ideológica no Brasil

O filme "VIP's", revela a história de um homem, que insatisfeito com sua realidade, inicia um processo para se passar por diversas personalidades, buscando obter poder, dinheiro e benefícios. Fora da ficção, a falsidade ideológica não é apenas comum, como também e normalizada em sociedade, afetando, portanto, a esfera social, política e jurídica brasileira. Diante dessa perspectiva, cabe avaliar os fatores que favorecem esse quadro.


Primeiramente, vale ressaltar a importância do reconhecimento de pessoa física para a elaboração e organização social, pautada nas necessidades, benefícios e tratamentos adequados para cada tipo de cidadão. No entanto, segundo o site "Jornal Contábil'', durante a pandemia do coronavírus, pessoas mentiram sobre suas condições sociais em busca da aprovação do auxílio emergencial, o que ocasionou um aumento de falsidade ideológica - onde se omite a verdade diante de documentos ou declarações oficiais. Logo, verifica-se que ocultar a verdade sobre a personalidade não apenas fortalece a corrupção como também, ocasiona outros tipos de crimes, como estelionato, fraudes fiscais e aproveitamento indevido de dinheiro público e direitos especiais.


Outrossim, com o avanço da internet e redes sociais, a criação de perfis falsos e serviços ilícitos que contribuem para crimes de identidade, aumentaram e dificultaram investigações, aplicação de multas e penas. De acordo com o geólogo Milton Santos, a realidade não é composta apenas do que já existe, mas do que pode, potencialmente, existir. Assim, é inaceitável que esse tipo de atitude criminosa se perpetue, uma vez que não só engana e prejudica o Estado e corpo social, como também deteriora as gerações futuras e instituições civis.


Entende-se, portanto, que o Estado e Municípios devem mudar a realidade da falsidade ideológica no Brasil. Desse modo, o Tribunal de Contas da União deve destinar recursos ao Ministério da Cidadania, que em parceria com prefeituras locais, deve implantar um projeto nas escolas que conscientize - por meio de palestras e debates- sobre como se reconhecer, denunciar e evitar a falsidade ideológica, para assim, diminuir crimes e informar a população sobre o tema. Posto isso, o Brasil será mais justo e igual para todos.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde