O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Fake News

A obra Dom Casmurro, escrita pelo realista Machado de Assis, é narrada por Bento, que conta sua história com Capitu, a quem acusa de ter lhe traído com um grande amigo, Escobar. Contudo, a trama é interpretada de várias maneiras pelos leitores, cirando uma divergência de opiniões quanto à fidelidade de Capitu. Analogamente, nos dias atuais é recorrente a divulgação de notícias de fontes duvidosas, também conhecidas como fake news, as quais estão sendo utilizadas no mundo político, o que gera a manipulação de muitos cidadãos, não só pela intensa publicação em redes sociais, mas também pelo poder persuasivo das mensagens. Logo, faz-se necessário uma análise desse panorama.


Primeiramente, é notório que as fake news estão sendo favoráveis para os setores políticos, principalmente nos períodos eleitorais, tendo em vista a influência de tais notícias na decisão do voto de grande parcela da população. Sob tal ótica, a facilidade de acesso à informação com a criação dos smartphones, proporcionada pela Terceira Revolução Industrial, gera um rápido compartilhamento de notícias - verdadeiras ou não- pelos veículos de comunicação, fato esse que pode ser exemplificado pela teoria da Modernidade Líquida do sociólogo polonês Zigmunt Bauman, a qual afirma a liquidez das ações e relações do homem contemporâneo.


Ademais, é perceptível que o desinteresse de muitos indivíduos acerca da veracidade das notícias divulgadas torna essa conjuntura ainda mais caótica, visto que não há filtros, como a busca por fontes confiáveis e seguras, para que um fato se torne credo da população. Dessa forma, o filósofo iluminista Rousseau, ao afirmar que o homem nasce livre e por toda parte encontra-se acorrentado, ratifica a manipulação existente no que se refere à proliferação de fake news na midia, principalmente nas redes sociais de uso diário e constante, como WhatsApp e Facebook.


Portanto, medidas devem ser efetivadas para mitigar tal problemática. Para diminuir a influência das fake news no cenário político, urge ao Poder Legislativo criar uma parceria Público-Privada com os responsáveis pela administração das redes sociais mais influentes no país, para que haja a insenção de alguns tributos pela maior fiscalização do conteúdo postado em tais veículos, visando a exclusão de notícias falsas ou de origem duvidosa. Além disso, o Poder Judiciário deve punir aqueles que utilizam da mídia e imprensa para pronafar fake news a fim de beneficiarem a si mesmos ou a terceiros. Dessa forma, a pluradidade de interpretações que existe com a obra machadiana, deixará de ser presente não só no cenário político, mas também na formação de opinião consciente dos cidadãos.



Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!