O desconto do plano APROVADO EM 2021 termina em: dias horas minutos segundos

Exclusão Digital

     Na época da Primavera dos Povos, a ONU afirmou que o acesso à internet se fazia um direito humano, já que muitos países, erroneamente, proibiram o uso dos cidadãos. Contudo, no período contemporâneo, esse direito ainda se encontra restrito a uma parcela populacional. Assim, a notória exclusão digital tanto se percebe volumosa de acordo com os altos índices sociais, quanto enfrenta os desafios provocados pela pandemia da Covid-19 em 2020. 


      Diante disso, ainda que a ONU instituísse a internet como um bem universal, as alarmantes taxas da exclusão marginalizam indivíduos na sociedade, uma vez que o mundo se tornou completamente globalizado. Nesse viés, segundo o IBGE, 25% dos brasileiros não possuem acesso às redes. Em análise, 1 em cada 4 cidadãos não socializam em aplicativos, não utilizam serviços onlines de bancos, de alimentos e nem de locomoção. Dessa forma, a dificuldade de inclusão no meio digital se evidencia também no corpo social, visto que a vida nas redes colabora com a integração do ser humano na nação.


        Frente a isso, o fato da internet se limitar a um grupo se testemunhou com a pandemia do novo coronavírus, posto que alunos foram precarizados por não conterem acesso ao conteúdo para estudar. Nesse sentido, o isolamento social, necessário para o combate ao vírus, fragilizou as crianças que dependem do ensino público para o aprendizado. Dessa maneira, o ensino remoto possibilitou a melhor solução na pandemia, no entanto, alunos sem internet em casa se excluíram desse modo de aprendizado. Por conseguinte, mesmo que as escolas imprimissem as atividades e disponibilizassem aos jovens, o estudo se debilitou pela falta de informação e de pesquisa sem as redes para o conhecimento.


        Portanto, medidas precisam ser instauradas para combater o impasse. Desse modo, o Governo Federal deve contratar 1 supervisor para cada bairro nacional, que elabore um relatório das famílias as quais não possuem internet. Após isso, o Governo precisa disponibilizar uma rede de conexão gratuita para as casas marginalizadas de acordo com o documento realizado. Para a efetividade do processo, a Receita Federal deve dispor de recursos necessários para a contratação de funcionários, para as instalações de internet e para os materiais utilizados. Logo, com essas imposições, o Direito Humano ratificado pela ONU será viabilizado e a intelectualização se caracterizará no âmbito social com o acesso à conectividade.


       

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!