ENTRAR NA PLATAFORMA
Excesso de trabalho e saúde mental

     A série "Black mirror" mostra em um de seus episódios a maneira como uma sociedade se organizava, dando ênfase a forma como eles trabalhavam para terem dinheiro, no entanto, algumas pessoas faziam isso excessivamente na tentativa de melhorarem a sua situação, mesmo que houvesse prejuízos a saúde mental. Nesse contexto, a realidade pouco se difere da ficção, dado que grande parte da população possui os mesmos hábitos citados, devido à influência midiática, concomitante à tentativa de manter a aparência social. Diante disso, torna-se importante a discussão referente aos problemas do excesso de trabalho para a saúde mental dos indivíduos.



         Em primeira análise, as mídias possuem um grande poder de influência nas pessoas. Sob esse viés, de acordo com os filósofos Adorno e Horkheimer, os meios de comunicação vão estabelecer padrões comportamentais a serem seguidos, a fim de garantir o consumismo. Ao partir desse princípio, os indivíduos para seguirem esses padrões, muitas vezes trabalham de forma excessiva na tentativa de acumular o máximo de capital com o intuito de terem dinheiro para comprar mais bens materiais. Como consequência dessa prática, a população acaba não cuidando de sua saúde mental, podendo ter sérios problemas futuros, como depressão e  ansiedade.



       Ademais, outro fator relevante são as pessoas que trabalham de maneira excessiva a fim de manter uma imagem que a associe a alguém feliz e bem sucedida. Nessa perspectiva, o indivíduo abdica de sua saúde mental em prol de trabalhar mais do que consegue para ter status na sociedade, assim ele consegue ter dinheiro para expor suas viagens e continuar o ciclo de sempre aparentar ter boas condições. Entretanto, prejudica sua saúde mental, não tendo condições em sua vida real de ser uma pessoa realmente feliz, assim como também foi retratado na série Black mirror em que uma moça, por causa do esforço excessivo para ser bem avaliada, acaba enlouquecendo.



        Desse modo, ao perceber os problemas do excesso de trabalho para a saúde mental, medidas devem ser tomadas. Logo, é preciso que o Estado, com auxílio das mídias, conscientize a sociedade sobre como é importante cuidar da saúde mental e que nada em exagero faz bem, inclusive o trabalho, por meio de propagandas televisionadas em horário noturno para atingir a maior quantidade de pessoas, além de debates e palestras ministradas por psicólogos em locais públicos. Assim, quando a população aprender a respeitar o seu próprio limite, ela começará a trabalhar com moderação e terá a saúde mental preservada. 

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde