ENTRAR NA PLATAFORMA
Excesso de trabalho e saúde mental

  Relativo à excesso de trabalho e saúde mental, podemos afirma que, é um problema grave para a saúde dos indivíduos no ambiente de trabalho, já que, o excesso de trabalho pode levar a casos extremos de esgotamento físico e mental, tendo em vista, a síndrome de burnout que ocasiona o cansaço psicológico e corporal, mas também, o poder excessivo do patrão ao funcionário, na qual, a saúde do seu funcionário não importa, mas sim, os lucros e os trabalhos prestados.


 De acordo com a pesquisa do Internacional Stress Managemet Association (ISMA), o Brasil tem cerca de 30% da população que sofrem com a síndrome de burnout, a síndrome é um disbúbio psíquico de caráter depressivo, precedido de esgotamento físico e mental intenso, na qual, funcionários em um ambiente de trabalho muito estressante podem prejudicar ainda mais a sua saúde. É inadmissível que ainda haja tais ambientes de trabalho em que indivíduos se sintam pressionados por seus patrões, levando-o a fadiga mental e física.


 Atualmente, com novos invesditores no mercado os numeros de trabalho aumenta, fazendo com que varios trabalhadores fiquem sofrecarregados e pressionados pelos patrões, deixando-os psicologicamente abalados e fisicamente indispostos para exerce o que foram-lhes designado, fazendo com que a síndrome de burnout fique mais intensa no cotidiano do indivíduo, prejudicando o seu bem-estar, de forma que à cura da vítima possa ser mais tardia.


 Dessa forma, é dever do Ministério da Saúde em conjunto com o Ministério do Trabalho, fazer campanhas contra a síndrome de burnout e alerta a população contra o trabalho excessivo, por meio da mídia e utilizando outdoor para conscientização da sociedade brasileira, para que, com isso seja mais fácil o entendimento por meio da população, espera-se com isso o melhor entendimento da doença e a melhor forma de trabalho para todos.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde