ENTRAR NA PLATAFORMA
Excesso de trabalho e saúde mental

Através dos modelos de produção industrial é possível analisar as condições de trabalho e as conquistas da classe trabalhadora, no decorrer do tempo. E embora estes moldes tenham evoluído com o tempo, hoje, a alienação de trabalhadores e as más condições de trabalho ainda estão presentes, e podem ser vistas como resquícios negativos dos primeiros modelos de produção, como o Taylorismo.
 
Nos dias atuais, o controle excessivo por fazer determinada tarefa de uma maneira padrão, a economia relativa a mão de obra e as técnicas adminsitrativas para evitar o despedício de tempo, podem ser vistos como a retomada do taylorismo. Nesse modelo, idealizado por Taylor, cada trabalhador é responsável por uma função, que é cronometrada e realizada no menor tempo possível. Nesta conjuntura, o trabalhador está condicionado a produzir cada vez mais para gerar lucro ao empregador, sem ao menos consumir o que ele produz, crítica presente nas leituras de Karl Marx e realidade vivida atualmente por trabalhadores.
 
Além disso, a alienação e a má condição de trabalho também está atrelada ao nível de instrução escolar do funcionário e suas condições de vida, por exemplo. Atualmente, muitos refugiados estão sendo alvos de exploração, por encontrarem nesses trabalhos insalubres a única maneira de sobrevivência. Fator que contribuí também para pessoas analfabetas e com pouca escolaridade, que são exploradas por desconhecerem a legislação trabalhista brasileira e também por aquele emprego representar o seu sustento.
 
Em virtude dos fatos apresentados, cabe ao Poder Público fiscalizar as empresas para evitar o aumento da exploração no trabalho, uma vez que há legislação vigente protege os trabalhadores contra condições insalubres. Além disso, ações realizadas por empresas privadas juntamente com Organizações sem fins lucrativos (ONG's) e o Poder Executivo Municipal podem erradicar o analfabetismo na localidade. Em relação aos refugiados, ações criadas por Igrejas, ONG's e empresas privadas podem empregar estes emigrantes e evitarem a exploração. Assim, medidas que envolvem todas as esferas podem combater a exploração trabalhista.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde