ENTRAR NA PLATAFORMA
Excesso de trabalho e saúde mental

Segundo Platão, o importante não é viver, mas sim, viver bem. E é justamente o contrário que vem acontecendo no século XXI, com um número cada vez mais crescente de pessoas em seu ambiente de trabalho. Existem indivíduos que dedicam sua vida para o emprego, ou seja, deixam de pensar em si e ter um tempo de lazer, e acabam considerando tal atividade como sua única motivação para viver. Através dessa circunstância, tem-se pessoas cada vez mais estressadas e que ao invés de agradecerem por mais um dia, agradecem por ele ter chegado ao fim.


Esse cenário é agravado com inúmeros casos de doenças psiquícas, dentre elas, a Síndrome de Burnout, que está justamente relacionada a sintomas como fadiga, enjoos, ansiedade, dentre outros, como consequência de jornadas estressantes de trabalho. Isto ocorre devido ao fato de que, muitos ofícios exigem do trabalhador sua atenção total,  ,visto que nas mãos de um profissional da saúde, por exemplo, uma pessoa pode vir à óbito, metas a serem alcançadas por lojistas, ou até mesmo uma cobrança interior, daqueles que exigem o melhor de si.


Além disso, existem aquelas pessoas que sentem sua saúde mental cada vez mais agravada não por se sentirem descontentes com a àrea em que atuam no mercado de trabalho, mas justamente por sentirem prazer em fazê-lo e exagerarem na medida, ao ponto de esquecerem de reservar um tempo para seu lazer, ou até mesmo para atividades diárias como alimentação.


Para mais, existem aqueles que trabalham visando o capital, ponderando que ter bens materiais é ser alguém melhor, ou até mesmo para se sentir incluído em determinado ambiente social, visto que com o crescente capitalismo, é cada vez mais natural o trabalho para conquista não só do necessário mas do supérfulo, o que causa além do descontentamento entre aqueles que não o possuem, a poluição ambiental com os diversos descartes de resíduos que não poderão ser reciclados. 


Sendo assim, seria de extrema importância uma contínua divulgação através das mídias sobre a importância do cuidado da saúde mental, bem como meios para que as pessoas possam atingir ele de forma gratuita, a título de exemplo, atividades educativas, esportivas e culturais ao ar livre promovidas pela Secretaria de Desenvolvimento Social. Outrossim, é relevante a atuação das próprias comissões diretivas das empresas em atividades que sejam capazes de promover o lazer ao funcionário no próprio ambiente de trabalho, visto que este muitas vezes pode não possuir tempo de deslocar-se a qualquer outro local onde possa ser oferecida, como atividades de meditação, por exemplo.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde