O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Enfrentamentos da mobilidade urbana no Brasil

Stefan Zweig escritor austríaco de origem judaica, imigrou para o Brasil devido a perseguição nazista e redigiu o ensaio Brasil, o país do futuro. Entretanto, sua profecia não se concretizou e as intempéries da mobilidade urbana fomenta a estagnação nacional, seja pela falta de planejamento urbano e investimento governamental.
Nesse contexto, os meios de transporte no Brasil desenvolveu-se principalmente no governo de Juscelino Kubitschek com subsídios a indústria automobilística. Nessa perspectiva, o Brasil em sua maioria teve o crescimento das cidades de modo espontâneo, o que resulta hodiernamente, em um trânsito caótico, superlotação, atraso e estresse. Logo, esses fatores violam a Constituição Federal que preconiza o direito de ir e vir do indivíduo.
Segundo dados estatísticos do Instituto de Energia e Meio Ambiente( IEMA), a emissão de gás carbônico por veículos automotores teve um acréscimo de 192% em 2016. À vista disso, esse gás poluente ocasiona o aumento das temperaturas médias, bem como uma série de problemas ambientais que devastam à fauna e flora local. Vale ressaltar, que os indivíduos se prejudicam com essa substância que pode culminar em patologias respiratórias.
Infere-se,portanto, a premência em medidas eficazes para a reversão das dificuldades da mobilidade urbana. Posto isso, o Ministério dos Transportes destinem verbas para melhorias e manutenção dos veículos públicos e estradas, além de ampliarem as ciclovias. Outrossim os difusores midiáticos abordem em suas produções o uso de transportes alternativos e dos biocombustíveis nos automóveis. Com esses parâmetros poderá cessar as adversidades na locomoção dos indivíduos.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!