O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Enfrentamentos da mobilidade urbana no Brasil

No Brasil, as questões relacionadas à mobilidade urbana implicam em discussões sobre qualidade do transporte público e ao aumento no número de veículos particulares, o que afeta diretamente a qualidade do trânsito e o tempo que se gasta com deslocamento nos grandes centros.
Em relação ao transporte público, pode-se dizer que, a falta de investimento do governo e das empresas privadas que o controlam faz com que a qualidade desse serviço não atenda às necessidades da população, como conforto, tempo e segurança. Isso está diretamente relacionado ao aumento do número de carros particulares em circulação, pois as pessoas preferem o conforto de seus veículos à enfrentar a lotação dos ônibus e trens.
Como reflexo da má qualidade dos transportes públicos e do crescente número de carros nas ruas, pode-se observar o aumento dos congestionamentos no centros urbanos. Cabe, também, ressaltar que, com o falta de planejamento na mobilidade urbana, o tempo de deslocamento das pessoas aumentou, consequentemente, resta menos tempo para outras tarefas e o lazer.
Segundo dados, nos últimos 12 anos, o aumento do número de carros foi maior que o aumento do número de pessoas. Isso se deve, além dos fatores já citados, à facilitação de acesso ao crédito e a redução de impostos para a compra de produtos industrializados. Nesse sentido, nota-se o incentivo do governo ao aumento da frota de veículos e não ações para melhoria da mobilidade.
Assim, medidas que visam a melhoria da mobilidade urbana, tais como o inventivo de transportes alternativos e melhorias no transporte público, são necessária para um melhor desenvolvimento das cidades e para o aumento da qualidade de vida da população.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!