O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Enfrentamentos da mobilidade urbana no Brasil

A Expansão Marítima no século XV permitiu a saída de europeus rumo ao mundo através da construção dos meios de transporte aquaviários, assim como, mais tarde, outros meios surgiram e deram ao homem novas formas de chegar, em um curto período de tempo, a lugares mais longes. Todavia, atualmente, as grandes cidades brasileiras sofrem com problemas na mobilidade urbana com a ausência de organização dos serviços públicos e mapeamento dos centros urbanos. Não obstante ao crescimento tecnológico e de infraestrutura, ainda sim as grandes cidades carecem de recursos na melhoria da locomobilidade.


A priori, durante o governo de Juscelino Kubitschek, na década de 50 e 60, o estímulo na modalidade rodoviária desencadeou o pouco uso de outros, o que ocasiona a junção, hoje em dia, dos transportes de lazer com os de trabalho. Assim, as grandes cidades brasileiras apresentam problemas relacionados ao elevado número de veículos, o qual resulta em um aglomerado congestionamento. Acresça-se a esse fato a dificuldade no deslocamento de cargas e na circulação da comunidade e de serviços. Dessa forma, é notável a ausência do poder público no quesito investimento na organização e mapeamento das cidades, contribuindo com a precariedade na locomoção dos indivíduos.


Além disso, segundo o Art. 21 da Constituição Federal e a Carga Magna Brasileira, a política de desenvolvimento urbano deve garantir o bem-estar de seus habitantes. Ademais, em 2012, foi criada a Lei Federal n° 12.587 que possibilita e regula as regras e garantias da Política Nacional de Mobilidade Urbana. Entretanto, grande parte da população necessita de meios de transporte público e deparam-se com elevadas tarifas de embarque e veículos em situações precárias. Assim, ainda que leis sejam criadas, a aplicação delas afeta diretamente o direito de ir e vir dos cidadãos.


Em síntese, a ineficiência da prestação de serviço, bem como a desorganização e a desigualdade contribuem com os problemas no cenário urbano atual. O governo, em parceria com o Poder Público Municipal, que detém as leis e diretrizes, devem intervir através da aplicação das leis existentes e criação de mapeamentos urbanos, com a implementação de mais ciclovias e calçadas, oferecendo tarifas com valores mais acessíveis e transportes públicos de qualidade, com intuito de colaborar com a movimentação dos municípios. Assim, contribuindo para uma boa mobilidade urbana.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!