O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Enfrentamentos da mobilidade urbana no Brasil

Segundo o filósofo inglês John Locke, é dever do Estado garantir os direitos inalienáveis do cidadão, tais como a vida, a liberdade e a propriedade privada. Por conseguinte, é indubitável que a mobilidade urbana enfrenta grandes empecilhos no Brasil, devido à falta de planejamento urbano e ao intenso processo de urbanização, gerando caos e violência no trânsito das cidades metropolitanas, o que contraria diretamente a premissa lockeana. Nessa perspectiva, é impreterível a necessidade de uma intervenção governamental com o fito de mitigar os desafios enfrentados na busca pela boa mobilidade.
A princípio, ressalta-se que, de acordo com o sociólogo francês Émile Durkheim, a comunidade é um grande organismo social, no qual suas partes devem interagir em harmonia para um bom funcionamento. Nesse sentido, é compreensível que o brasileiro deve contribuir para a fluidez da sociedade, o que não é visto em relação ao problema supracitado, desde que segundo o Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), existe 1 carro para cada 4 habitantes no Brasil, algo alarmante para contemporaneidade.
Outrossim, na obra "1984" de George Orwell, é retratado uma distopia futurística, na qual a sociedade é controlada por um governo totalitário que manipula todos os setores comunitários, gerando um organismo durkheimiano debilitado. Tal preceito mostra que, a falha administrativa pode corroborar com uma deficiência social, tal como a Macrocefalia Urbana (crescimento exacerbado de metrópoles), fortemente agravada após a Revolução Industrial, que contribuiu exponencialmente com a urbanização desenfreada.
Infere-se, portanto, a premência de buscar soluções viáveis para essa problemática. Para isso, é de suma importância que o governo federal, em parceria com empresas privadas, busque criar um projeto que incentive o uso de veículos coletivos, por intermédio da criação de aplicativos que mostrem em tempo real as rotas rodoviárias e metroviárias, com dados estatísticos de tempo, lotação e velocidade, visando facilitar a utilização do transporte público. Ademais, embasado no pensamento do pedagogo Paulo Freire, a educação transforma o mundo, desse modo, é inteligível que o Ministério da Educação deve promover uma campanha de conscientização, por intermédio de palestras e aulas didáticas sobre a importância do transporte coletivo, buscando assim, melhorar a mobilidade dos grandes centros urbanos e garantir a harmonia social assegurada por Durkheim.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!