O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Enfrentamentos da mobilidade urbana no Brasil

Horas de trânsito, desperdício de tempo e combustível, acidentes, prostrações. Esses acontecimentos não foram presumidos por Washington Luís, ex Presidente do Brasil, quando ele proferiu que "governar é construir estradas". Nesse contexto, a mobilidade urbana do atual período apresenta se anárquica, com impasses relacionados à qualidade de vida societária e ao meio ambiente.
É relevante abordar, primeiramente, que a problemática se fomentou devido à concentração de pessoas nas cidades e a falta de um planejamento citadino para recebê-las. Assim, a má qualidade do transporte público e o incentivo ao consumo de veículos, que surgiu no governo de Juscelino Kubistchek, fazem o transporte particular parecer mais vantajoso, o que contribui para obstrução das ruas. Além disso, a imobilidade causa desgaste e intolerância na população, acarretando ainda casualidades no trânsito, como acidentes e violência.
Concomitante a isso, o inchaço de automóveis favorece a poluição atmosférica. Essa, por vez, agrava o efeito estufa e gera outros empecilhos, como a chuva ácida. Para mais, existe uma larga degradação do ambiente para o aumento das vias externas, não solucionando a questão e tornado a população negligente diante do pensamento de Paul Watson, cofundador do Greenpeace, segundo o qual expressa: "inteligência é a habilidade das espécies para viver em harmonia com o meio ambiente".
Evidencia-se, portanto, à necessidade de reduzir a crise e permitir que as ruas deixem de ser vias de passagem e voltem a ser locais de convivência. Dessa forma, a Receita Federal deve investir maior parcela dos impostos em uma reorganização urbana sustentável, visando transportes públicos interligados, como metrôs, ônibus qualificados, ciclovias e teleféricos. Fazem-se fundamentais ainda, campanhas midiáticas com intuito de exacerbar o transporte coletivo para o bem-estar social e ambiental.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!