O desconto do plano APROVADO EM 2021 termina em: dias horas minutos segundos

ENEM 2019 : Democratização do acesso ao cinema no Brasil

                                       Cultura à moda grega


Na Grécia antiga todas as camadas da população tinham acesso ao teatro, mesmo quem não podia pagar, recebia financiamento do Estado para que pudessem assistir também. Dessa forma, vemos que a cultura era disponibilizada para todos, pois sua importância era compreendida. No Brasil de atual, não vemos a mesma consideração, no caso do cinema, nem o preço e nem a localização favorecem as massas. Isso ocorre tanto pela falta de interesse do Governo quanto pela elitização do cinema.


  Primeiramente, nota-se que o preço é cada vez mais maximizado e o Governo pouco interfere nesse aspecto, seja por subestimar o problema ou desconsiderar os que não tem condições. Segundo o poeta Fernando Pessoa, “Cultura não é ler muito, nem saber muito, é conhecer muito”, assim ao relacionar o cinema ao conhecimento, só demonstra ainda mais sua importância, pois leva informações de lugares, culturas e épocas diferentes as pessoas.


 Outro fator importante, é a falta de acessibilidade para áreas afastadas, como cidades interioranas, principalmente nas regiões norte e nordeste do país, que gera consequentemente um déficit cultural. Tornando-se então, evidente a ineficácia das leis de incentivo à cultura que idealmente deveriam incluir todos os cidadãos.


  Infere-se, portanto, que medidas são necessárias para resolver a questão da democratização do cinema no Brasil. O Governo brasileiro deve promover a inclusão de todos os cidadãos ao acesso, levantando uma verba que seria utilizada para a implementação de cinemas em cidades remotas e financiamento de ingressos para quem não tem condições. Somente assim, a democratização do cinema será garantida e poderemos demonstrar tanto valor a cultura quanto os antigos gregos.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!