O desconto do plano APROVADO EM 2021 termina em: dias horas minutos segundos

ENEM 2019 : Democratização do acesso ao cinema no Brasil

"É dever da República garantir todos os direitos da população". A frase de Rouseau, filósofo iluminista do século XVIII, permite a reflexão sobre como muitos brasileiros não têm acesso a atividades de lazer, em especial, a possibilidade de frequentar salas de cinema, as quais se encontram , principalmente, nos centros urbanos, excluindo, assim, boa parte da população que vive nas periferias e nas pequenas cidades. A democratização do cinema no Brasil é um dilema que precisa ser resolvido. Nesse sentido, convém analisar a principal causa, a consequência e a possível medida para solucionar esse impasse.


     Em primeira análise, é imprescindível destacar que a urbanização acelerada, aliada à baixa arrecadação financeira das empresas que exibiam filmes nas áreas de menor concentração populacional, são fatores que corroboram a falta de oportunidade das pessoas menos favorecidas frequentarem esse ambiente. Segundo dados da Agência Nacional do Cinema (Ancine), no Brasil existe aproximadamente 1 sala de cinema para cada 100000 habitantes. É inadimissível que um Estado, dito defensor da igualdade e bem-estar social, permita que grande parte da sua população não tenha acesso a essa modalidade de recreação.


         Em vista disso, a exclusão das periferias e a segregação social se tornam evidentes. De acordo com pesquisa realizada pelo G1, portal de notícias da Rede Globo, 40% da população brasileira tem acesso às salas de cinema, e desse número 80% se encontra nas grandes cidades. É inaceitável que uma federação, regida pela Constituição Federal de 1988, a qual defende o direito à igualdade da população, aceite que os indivíduos mais desfavorecidos não tenham acesso ao lazer, direito que deve ser assegurado com base no código de leis da Nação.


        Portanto, o processo de democratização do acesso ao cinema no Basil ainda enfrenta problemas que precisam ser resolvidos. Logo, é necessária uma atenção maior do Estado. Sendo assim, o Governo Federal deve, com o uso de parte dos impostos arrecadados, investir em projetos de cinema comunitário nas  escolas em um final de semana por mês. Essa exibição deve ser aberta ao público, para que mais pessoas tenham acesso e deve contar com a exibição de filmes nacionais e internacionais e devem ser servidos lanches, para que a população se sinta em uma sala de cinema. Espera-se, com isso, que a República garanta esse direito à população, afirmando o ideário de Rouseau, e que as pessoas se divirtam e tenham a certeza que a segregação social está sendo diminuída.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!