O desconto do plano APROVADO EM 2021 termina em: dias horas minutos segundos

ENEM 2019 : Democratização do acesso ao cinema no Brasil

A pintura expressionista “ O grito “ , produzida pro Edvard Munch , representa as angústias e tensões sociais provocadas pela passagem do século X|X para o século XX . De maneira análoga , na atualidade brasileira , essas aflições podem ser relacionadas ao cenário desafiador do acesso ao cinema de maneira democratizada , o qual corrobora uma problemática alarmante de políticas públicas ineficazes. Dessa forma, essa situação preocupante é ocasionada pelo comportamento apático social e pela ineficácia do Estado .
Convém ressaltar , a princípio, a apatia social como causa do impasse dá democratização do acesso ao cinema no Brasil . Nesse viés , segundo o sociólogo Emile Durkhein o conceito de anômica consiste na desintegração das normas sócias causa das patologias da sociedade moderna e individualista . Nessa perspectiva , pode-se assimilar o pensamento à conduta apática da nação , uma vez que releva o descaso do acesso ao cinema vigente no país e intensifica a exclusão social. Em decorrência desse cenário , reflete-se a evasão escolar como consequência no âmbito educacional, haja vista que a ausência de metodologias de ensino de caráter lúdico desmotivam a adesão dos alunos ao aprendizado público, os quais ratificam a marginalidade social , diante da persistência das mazelas sociais .
Ademais , o empecilho da utilização do cinema igualitário é mantido pela ineficácia do Poder Público. Isso porque , a precariedade de políticas públicas destinados à área educacional, bem como ampliação dos projetos de interação entre alunos e meios tecnológicos dificultam a superação do imbróglio. Sob tal ótica,Gilberto Dimenstein, jornalista brasileiro , em sua obra “ O cidadão de papel “ , refere-se a indivíduos com direitos adquiridos , mas não usufruídos devido á adversidade de condições fornecidas pelo Estado. Assim , também ocorre no processo de equidade do acesso ao cinema , em virtude da fragilidade estatal e do comportamento apático da sociedade , ao passo que o artigo 6 da carta magna brasileira assegura a igualdade do acesso às diferentes formas de cultura , a qual vai de encontro ao contexto desafiador demonstrado. Logo , é perceptível os direitos constitucionais para mitigar as dificuldades da democratização ao cinema .
Urge , portanto , que as escolas - instituições responsáveis pela formação do indivíduo - ofereçam programas sociais , junto ao ministério da educação , por meio da disponibilidade de debates e de palestras , após uma cessão de filme , com a participação de especialistas como professores , com intuito de relacionar os alunos ao cenário tecnológico e ao mesmo tempo garantir à aprendizagem. Outrossim , o Governo Federal - agente regular da ordem social - deve investir na criação de salas cinematográficas coletivas e de acesso irrestrito, além da oferta de políticas publico-privado (PPP) , a fim de ofertar espaços de caráter lúdico aos jovens e aos adultos e atenuar os preços elevados do cinema privado , respectivamente. Desse modo , será minimizado as tensões expostas pela obra vanguardista .

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!