O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

ENEM 2019 : Democratização do acesso ao cinema no Brasil

   Charles Chaplin, em "tempos modernos", protagonizou um filme que denunciou as péssimas condições trabalhistas da europa após a revolução industrial. Tal filme evidenciou a dimensão do novo aparato comunicativo ao enunciar uma mensagem social. No Brasil, não obstante ao grande avanço das tecnologias cinematográficas, alguns grupos sociais ainda não possuem acesso à referida tecnologia, o que expressa uma realidade negativa na sociedade brasileira. Ademais, tais pessoas ficam excluídas socialmente, uma vez que o cinema tornou-se uma atividade unificadora dos processos humanos.


   Evidentemente, o acesso ao cinema ocorreu de forma desigual no Brasil, haja vista o número elevado de pessoas à margem dos espaços sociais. De acordo com o sociólogo Karl Marx, as classes desfavorecidas tendem a não obter acesso a variados bens de consumo, o que ocorre devido a uma contradição econômica. Nesse sentido, um grande número de brasileiros não possuem acesso ao cinema, pois estão incluidos na situação supracitada. Por isso, indubitavelmente, vê-se a negativa situação hodierna, uma vez que há pessoas que não conseguem ter acesso a um meio social devido a condições econômicas.


   Destarte, a impossibilidade do acesso ao cinema por parte de alguns indivíduos, ocasiona uma nefasta situação de exclusão na participação social. Desde o seu surgimento, o cinema funcionou como um meio de comunicação eficaz que expressava mensagens sociais e políticas, e também visava o entretenimento da população. Similarmente, hoje, o cinema abrange de forma eficaz tais funções. Por isso, os indivíduos que não possuem acesso ao cinema tornam-se alheios às atividades unificadoras da humanidade e, também, não conseguem se divertir com o meio citado.


   Portanto, urge a necessidade de democratizar o acesso ao cinema para toda a população. Dessa forma, o Governo Federal, em conjunto com o MEC (Ministério da Educação), deve agir com o objetivo de investigar as classes que verdadeiramente estão excluídas dos espaços que transmitem as obras cinematográficas e, assim, inclui-las no espaço. Assim, o MEC, mediante o subsídio estatal, deve fazer uma pesquisa que evidencie as pessoas excluídas e, posteriormente, criar espaços públicos que transmita as obras cinematográficas. Com isso, haverá uma maior democratização do cinema no Brasil.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!