ENTRAR NA PLATAFORMA
ENEM 2019 : Democratização do acesso ao cinema no Brasil

    O entretenimento faz parte da vida do homem desde a Roma Antiga com a famosa política do pão e circo. Essa prática é benéfica tanto para a maior interação social quanto para a saúde mental. Com o passar dos tempos houve o surgimento do cinema, que passou a ser tanto para fins de diversão quanto para críticas sociais como em “Tempos Modernos”, estrelado por Charles Chaplin. No entanto, atualmente, o acesso da população às telas cinematográficas se tornou mais restrito devido a fatores como a localização e os custos, que prejudicam os telespectadores.
    Após as Revoluções Industriais houve um crescente aumento populacional nas cidades devido ao Êxodo rural, consequentemente uma maior concentração de renda e mais oportunidades. Com isso, empresários que visam apenas o lucro, migraram seus investimentos das salas de cinema para os grandes centros urbanos, o que deixou cidades do interior sem acesso às telonas de cinema. Essa realidade trouxe prejuízo aos moradores tanto em relação à informação quanto ao acesso à cultura. De acordo com a Revista Superinteressante, menos de 30% das salas de cinema encontram-se no interior do País. Sendo assim, nota-se que um dos principais fatores para a falta de acesso ao cinema é a alta concentração das salas nas grandes cidades.
    Ademais, os altos custos estão coexistindo à essa problemática. Apesar de alguns cinemas contarem com uma política de descontos para a clientela, muitos destes não são tão significativos devido aos preços elevados do ingresso, principalmente de filmes de estreia. Além disso, há ainda os valores exorbitantes que são cobrados na lanchonete e na bomboniere desses locais, o que causa ainda mais dificuldade para a adesão da população. Conforme publicado pelo Departamento de Economia da Universidade de São Paulo, os valores dos produtos alimentícios tendem a aumentar em até 250% quando revendidos em lanchonetes, praças e shoppings. Então, vê-se o quanto os altos preços do cinema podem afetar a presença populacional.
    Portanto, para solucionar o problema da democratização do acesso ao cinema, é necessário que algumas medidas sejam tomadas. Inicialmente o Governo Municipal deve ceder áreas do município para a implantação de cines ao ar livre através de parcerias com o capital privado que irão investir apenas na infraestrutura do local, com a finalidade de reduzir os custos e aumentar a participação da comunidade. Só a partir da adoção dessas medidas que irá se acabar com a centralização cinematográfica no Brasil.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde