ENTRAR NA PLATAFORMA
ENEM 2019 : Democratização do acesso ao cinema no Brasil

A Constituição Federal de 1988 - também conhecida como constituição cidadã - assegura a todos os indivíduos o direito à cultura. Contudo, a ausência de democratização do acesso ao cinema, vigente no Brasil, impede que esse direito seja efetivado. Nesse sentido, é válido mencionar que o descaso das empresas de cinema, bem como a omissão do Estado diante dessa problemática, acentuam esse cenário. Diante do exposto, torna-se evidente a necessidade de medidas que possam reverter esse quadro.
A priori, é fundamental ressaltar a responsabilidade das empresas para com o agravamento do impasse. Nessa perspectiva, é possível mencionar o sociólogo Karl Marx - que ao analisar a relação entre o homem e o capital - concluiu que o sistema capitalista seria responsável por desumanizar o indivíduo. Sob essa ótica, tem-se o empresariado corroborando tal análise, uma vez que esses priorizam as áreas nobres da urbe para a construção de cinemas, enquanto as regiões desfavorecidas economicamente permanecem marginalizadas e sem acesso a esse serviço.
Outrossim, a omissão do Estado atua como um agravante desse cenário. Nesse contexto, conforme o sociólogo Émile Durkheim, uma sociedade é classificada como patológica quando as instituições não funcionam como deveriam. Seguindo essa lógica, é possível inferir que o Estado brasileiro está "doente", uma vez que o Poder Público não se mobilizou ainda para intervir de forma legal nesse panorama. Por esse motivo, é de suma importância que o Governo atue na edição de uma lei específica para esse quadro - o que possibilitaria a "cura", segundo Durkheim, da sociedade brasileira.
Em síntese, evidencia-se a necessidade de medidas que sejam capazes de democratizar o acesso ao cinema no Brasil. Destarte, urge que o Governo - na figura de Poder Legislativo - atue na edição de uma lei que facilite o acesso ao cinema para a população de baixa renda - o que poderia ser viabilizado por meio da obrigatoriedade da construção de cinemas nas áreas carentes, bem como da venda de ingressos por preços acessíveis e adaptados à realidade financeira desse público. Com a finalidade, pois, de amenizar a disparidade de acesso ao cinema entre as classes sociais. Dessa forma, será possível, enfim, efetivar o direito à cultura garantido pela Constituição.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde