ENTRAR NA PLATAFORMA
ENEM 2019 : Democratização do acesso ao cinema no Brasil

 Na Terceira Revolução Industrial, houve a modernização dos setores de entretenimento e de informação, com marcantes inovações na cinematografia. Entretanto, nota-se, nos dias atuais, que tais descobertas não são usufruídas por uma grande parcela da sociedade. Diante desse contexto, evidencia-se o acesso não democrático ao cinema no Brasil, fato decorrente de aspectos financeiros e espaciais.
 Inicialmente, cabe abordar a relação entre o valor dos ingressos e a exclusão da sociedade nesses ambientes. Sob essa ótica, é visível na atualidade que o preço para assistir a filmes aumenta cada vez mais, devido ao lucro obtido com esse serviço. Consequentemente, muitas pessoas são impossibilitadas de usufruir desse lazer, tendo em vista o diminuto poder aquisitivo. Para ratificar, vale expor o dado levantado pelo site “G1”, o qual mostra que cerca de 60% da população brasileira não pode arcar com o valor dos “tickets” dos cinemas, de acordo com pesquisa popular. Sendo assim, nota-se a importância de garantir que o acesso da população não seja lesado pelo custo elevado dos ingressos, a fim de garantir a ida de mais pessoas.
 Outrossim, é crucial ressaltar a distribuição desigual de salas de cinema no país. Seguindo essa linha de pensamento, observa-se que há uma concentração de salas em áreas com grupos de maior poder aquisitivo, já que a procura por esse segmento é maior. Com isso, resulta-se na marginalização do restante dos cidadãos, que são desmotivados a frequentar esses locais por conta do distanciamento. Essa elitização das artes está presente desde a Grécia Antiga, na qual somente os privilegiados frequentavam os teatros, similarmente ao que acontece com os cinemas na contemporaneidade. Dessa forma, frisa-se a necessidade de uma distribuição mais homogênea de salas no território nacional.
 É imprescindível, portanto, mitigar tal problemática. Para isso, as Prefeituras, juntamente com as Secretarias de Cultura, deverão disponibilizar centros populares de entretenimento, com salas de exibição capazes de atender a demanda municipal. Esse feito será assegurado e moldado por meio de plebicito e terá como finalidade estimular a ida de todos aos cinemas, e garantir, assim, o acesso democrático da população a essa manifestação cultural. Desse modo, as inovações da Terceira Revolução Industrial beneficiarão uma crescente parcela da sociedade, corroborando para um futuro próspero.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde